Publicidade

Notícias de saúde

Especialistas Chegam a Uganda Para Deter Surto de Ebola

Por Gavin Pattison

GULU, Uganda (Reuters) - Uma equipe internacional de especialistas de saúde chegou no norte de Uganda na quarta-feira para ajudar a conter o surto de vírus Ebola, que já matou 39 pessoas.

A equipe de três homens da Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou à cidade de Gulu, onde o surto está concentrado, trazendo suprimentos de proteção, como botas de borracha, aventais e luvas e caixas de desinfetante.

"Viemos para dar apoio aos esforços do governo em Gulu", disse Guenael Rodier, coordenador da equipe.

Segundo Rodier, o grupo da OMS irá treinar equipes médicas locais no tratamento da infecção pelo vírus Ebola.

Os sintomas da infecção com Ebola incluem febre alta, fraqueza, dor de cabeça, dores musculares, dor abdominal e garganta inflamada, seguidos de vômito, diarréia e hemorragias internas e externas.

Não há vacina nem cura conhecida para a doença, que se propaga através do contato com fluidos corporais de pessoas infectadas e pode matar dentro de 48 horas.

Outra equipe médica dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, com experiência na detecção e no controle do vírus Ebola, deve chegar em Gulu na quinta-feira.

A equipe norte-americana poderá realizar testes para a infecção com o vírus e obter resultados em questão de horas. Até agora, amostras de sangue estão sendo enviadas à África do Sul para a obtenção de testes.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: