Publicidade

Notícias de saúde

Gastrite: Um Mal Moderno

É grande o número de pessoas que ao sentirem desconforto no estômago logo dizem que estão com gastrite. A gastrite significa inflamação da mucosa do estômago. O termo é usado por endoscopistas ao visualizarem o estado do estômago no exame endoscópico; por patologistas, que o definem a partir da apresentação histológica; e por clínicos, que admitem a presença de gastrite quando existem evidências clínicas sugestivas tais como alcoolismo, uso de medicações que causam irritação gástrica, dor intensa, dispepsia ou sinais de sangramento digestivo.

A gastrite é inicialmente dividida em erosiva e não erosiva. Cada tipo de inflamação pode ser ainda aguda ou crônica (a diferenciação é feita através da visualização no microscópio da presença de células específicas que identificam a presença de inflamação aguda ou crônica).

A gastrite crônica é comum, mas as duas podem coexistir. Às vezes, na endoscopia, os sinais são tão claros que a biópsia é descartada. No entanto, hoje em dia, a biópsia gástrica é feita regularmente nos serviços de endoscopia como rotina para identificar uma bactéria chamada Helicobacter pylori (H.pylori).

Os Tipos de Gastrite

A gastrite crônica é muito mais comum, mas as duas podem coexistir. A gastrite não-erosiva inespecífica crônica pode ser superficial ou profunda (transmucosa), com ou sem atrofia glandular ou metaplasia. Traduzindo : a confirmação final de gastrite só pode ser feita através do exame microscópico.

O que acontece muitas vezes é que durante um exame endoscópico os sinais são tão exuberantes que o exame histológico (biópsia) é dispensada para um segundo exame de controle do tratamento. A gastrite decorrente da idade, conhecida como atrófica, é tão comum que alguns a consideram um fenômeno do envelhecimento. Seu aparecimento em jovens merece atenção especial.

Atualmente a biópsia gástrica é realizada como rotina na grande maioria dos serviços de endoscopia para pesquisar a presença do Helicobacter pylori, uma bactéria descoberta em 1987 e hoje responsabilizada pelas gastrite e úlceras.

Azia

Já a azia é o nome popular para a sensação de queimação no estômago, distúrbio que atinge 40% dos pacientes com problemas neste órgão. A azia é causada pelo aumento na produção de ácido clorídrico, substância responsável pela digestão dos alimentos. Ela queima as células da parede estomacal, e se for ocasional pode ser produzida por excesso de comida, leite, bolachas, alguns condimentos e açúcar.

Copyright © 2000 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: