Publicidade

Notícias de saúde

Aumenta o uso da profilaxia pré-exposição contra o HIV

01 de novembro de 2018 (Bibliomed). O acesso à profilaxia pré-exposição (PrEP) para minimizar o risco de contrair o HIV dobrou nos Estados Unidos nos últimos anos entre as pessoas que necessitam dela.

Mais de uma em nove pessoas no mundo se beneficiara com o uso da pílula diária para evitar que o vírus causador da Aids a estariam utilizando. O medicamento usado é o Truvada® (emtricitabine/tenofovir disoproxil fumarato).

A PrEP para prevenir o HIV é altamente protetora, mas muitas pessoas não acessam essas terapias porque não sabem, não estão disponíveis ou não podem comprá-las.

A PrEP é recomendada para pessoas com alto risco de infecção por HIV, como homens que fazem sexo com homens (HSH), usuários de drogas injetáveis ​​e pessoas que fazem sexo desprotegido.

Foram revisados ​​72 estudos publicados entre 2006 e 2018, nos quais participaram entre 30 e 6.500 pessoas em cada um deles. A maioria das investigações foi dos Estados Unidos e em situações de HSH.

Se esforços forem mantidos para promover o uso eficaz da PrEP, a cobertura máxima será alcançada em alguns anos. Mas isso exigirá a redução das grandes lacunas conhecidas neste estudo, que existem em outras populações.

Somente nos Estados Unidos, 1,2 milhão de pessoas deveriam usar a PrEP. Cerca de 120.000 pessoas compraram suas receitas em farmácias no período de 2012-2017, sugerindo que mesmo muitos que precisam de terapia não a recebem.

O Truvada® (emtricitabine/tenofovir disoproxil fumarato) também é usado no tratamento do HIV e não se sabe quantas pessoas acessaram as prescrições para tratamento ou prevenção.

Fonte: AIDS. DOI: 10.1097/QAD.0000000000001983.

Copyright © 2018 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: