Publicidade

Notícias de saúde

Trabalhistas "resistem" a Indenizar Vítimas da Vaca Louca

LONDRES (Reuters) - O partido governista Trabalhista britânico vai resistir a pagar indenizações de vítimas da doença da vaca louca, informou na terça-feira o jornal Daily Express.

Cerca de 70 pessoas morreram na Grã-Bretanha em consequência da nova variante da doença de Creutzfeldt-Jakob (vCJD), forma humana da encefalopatia bovina espongiforme (BSE), cujo primeiro surto ocorreu nos rebanhos britânicos em 1986 e culminou em 1992. Quatro anos mais tarde, os cientistas identificaram a vCJD, que destrói o cérebro.

O Express citou um documento "confidencial" do governo que teria informado que "a política geral do Departamento de Saúde é que não haverá pagamento (às pessoas) de indenização sem prova legal da responsabilidade".

O jornal também cita David Body, representante legal de dezenas de vítimas da vCJD, como tendo criticado o governo por compensar os custos dos fazendeiros pela eliminação de rebanhos afetados, enquanto ignora a situação das pessoas afetadas.

"Estamos fazendo uma distinção em favor da compensação para vacas em vez de pessoas", teria dito Body.

O Express informou que o relatório deve ser publicado em 26 de outubro, depois que os parlamentares voltarem do recesso de verão. Em editorial, o Express acrescentou: "(O primeiro ministro Tony) Blair e seus colegas devem fazer mais que tentar se esconder da radioatividade liberada pela BSE. Devem indenizar aqueles que sofrem."

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: