Circuncisão pode reduzir riscos de contração de HIV em homens

Comentar

Saúde do homem Sexologia

O combate à AIDS vem enfrentando diversas dificuldades. Cientistas ainda não conseguiram desenvolver uma vacina e o uso das camisinhas ainda é dispensado por muitas pessoas, dificultando o controle do vírus.

Observando rituais de maturidade em algumas comunidades africanas, onde a circuncisão adulta faz parte do ritual, pesquisadores viram que os homens que sobreviviam a esse processo (que frequentemente causa infecções graves) se tornavam menos propensos a contraírem a AIDS. Estatísticas mostram que os riscos de um homem heterossexual circuncidado ser contaminado são 57% menores.

Existem estudos que avaliam a eficácia deste método de prevenção, mas existem algumas complicações quanto à criação de programas assim em países pobres. “Não é um procedimento difícil de fazer bem. Uma vez que alguém é treinado, você pode fazer centenas de procedimentos por dia. Se você tem uma previdência médica limitada, você vai retirar mão de obra? E isso irá desviá-los de fazer outras coisas (como aplicar vacinas ou realizar partos)?”, comenta Atheendar Venkataramani, que pesquisa o tema. A questão cultural também pode ser um problema, já que a circuncisão nesses países esta fortemente ligada a tradições e convenções sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>