Publicidade

Artigos de saúde

Os Avanços da Medicina e os Seus Benefícios

Há mil anos, o desconhecimento de hábitos alimentares encurtava a vida de nossos antepassados e até o primeiro ano de vida, uma entre quatro crianças morria de infecções variadas. Os tratamentos cirúrgicos remontam da antiguidade, mesmo entre os homens da pré-história, há vestígios de que já praticavam a medicina voltada mais para as crendices e religiões.

O progresso no campo sanitário, os padrões nutritivos das pessoas e o desenvolvimento da medicina em todos os campos, estão mudando o quadro da saúde substancialmente.

Nos últimos cem anos, é difícil apontar um marco mais significativo para a humanidade na área das ciências médicas. Mas, pode-se dizer que ela tem três fases decisivas: a invenção da penicilina, das vacinas e a previsão das doenças através do DNA.

O avanço científico na medicina nas primeiras décadas do século XX, também se deu no setor da endocrinologia, com notáveis recursos para o controle e cura de doenças provenientes do imperfeito funcionamento das glândulas endócrinas. Os portadores de diabetes têm hoje a possibilidade de controlar a doença através da insulina, conseguindo manter uma qualidade de vida satisfatória.

Outro ponto de destaque nas grandes descobertas, é no que se refere a nutrição, pois a importância da descoberta dos fatores alimentares acessórios ou vitaminas, permitiu combater o raquitismo, o escorbuto e o beribéri.

Tratamento Preventivo

Atualmente, além da expectativa de vida nos países mais desenvolvidos está próximo dos 80 anos, descobrir doenças e curá-las antes do nascimento é uma realidade.

Através de um diagnóstico precoce, como a utilização do ultra-som morfológico, é possível identificar 90% das más-formações fetais, contra 20% dos exames comuns. Outro grande avanço nesta área, é o teste de transluscência nucal, que é capaz de detectar o risco de a criança ter a Síndrome de Down e outras alterações cromossômicas.

Paralelamente, a esse desenvolvimento de novas tecnologias ainda na fase uterina, o avanço das técnicas de diagnóstico é bastante expressivo e está mudando os conceitos da medicina. Médicos estão conseguindo detectar as mais variadas doenças em pessoas adultas e aparentemente sadias, tratá-las ainda no estágio inicial, com grandes chances de cura.

Equipados com aparelhos de última geração, os centros médicos das grandes cidades, estão investindo cada vez mais na prevenção de doenças, ou seja, o chamado check-up personalizado, que analisa exaustivamente o histórico clínico, antecedentes familiares e o modo de vida dos pacientes, para que, a partir do primeiro diagnóstico eles sejam encaminhados para exames mais específicos e adequados às suas necessidades.

Para os médicos, fazer um exame para descobrir um problema antes que ele apareça, não é desperdício de tempo, de tecnologia, nem dinheiro, mas uma questão de vida ou morte.

Doenças Coronárias e Cancerígenas

Consideradas como as doenças que mais matam, são também as que mais estão recebendo investimentos para aperfeiçoamento de aparelhos para diagnósticos. A cada dia, novos equipamentos chegam às clínicas com um grau de precisão maior e mais capacidade de definição de imagens.

Segundo dados estatísticos, os problemas cardíacos no Brasil matam cerca de 300 mil pessoas por ano. Comparando-se com outras doenças como o câncer e as mortes por acidentes, é ainda a doença mais fatal.

Para os cardiologistas, as doenças coronárias são ainda um desafio para a medicina preventiva, pois não há como prognosticar com rigor o momento do infarto.

Ao mesmo tempo, os especialistas são concludentes com relação às causas dos problemas cardíacos: colesterol alto (LDL), sedentarismo, tabagismo, álcool, hipertensão e o fator genético. Eles recomendam que a melhor prevenção para os homens – mais propensos a ataques cardíacos – é iniciar os exames a partir dos 40 anos. Se forem sedentários fumantes, hipertensos e com parentes cardíacos, a prevenção deve-se começar aos 30.

Estima-se que no Brasil, este ano, surgirão 284 mil novos casos de câncer e 114 mil mortes. É a Segunda maior causa de morte no país. De acordo com os oncologistas, o check-up para essa doença é o que mais apresenta resultados positivos. O câncer da próstata, por exemplo, se diagnosticado em sua fase inicial, a chance de cura varia de 70% a 90%.

Com relação ao câncer de mama, com os avanços da técnica de mamografia eles tiveram, nos últimos anos, uma redução de 30%. Atualmente é possível com esse exame, perceber tumores de meio milímetro e, se detectados nesta fase, 90% deles têm possibilidade de cura. Os médicos recomendam que as mulheres devem submeter ao exame de mamografia anualmente ou semestralmente, a partir dos 40 anos, desde que não tenham parentes que tiveram a doença antes da menopausa, que é a fase mais crítica para o surgimento da doença.

Outra doença que tem apresentado grandes avanços preventivos nas mulheres é a osteoporose, que consiste da descalcificação severa dos ossos. Até meados da década de 80, a doença só podia ser detectada em estado avançado, mas atualmente com os aparelhos de desintometria é possível perceber a perda da massa óssea a partir de 2%. Com isso, pode-se buscar paralisar o processo e evitar a doença.

Por outro lado aconteceu ainda um grande avanço nas áreas de dermatologia, medicina estética e cirurgia plástica. Hoje, graças à evolução tecnológica, novos produtos, técnicas e com os descobrimentos de novos remédios, ácidos e cremes, já é possível retardar uma cirurgia plástica por muitos anos. Além disso, hoje a melhoria de métodos e aperfeiçoamentos constantes fez com que uma plástica, por exemplo, se tornasse menos perceptível e menos invasiva.

Mais do que qualquer outra época, a medicina oferece oportunidades. A tendência atual é recorrer sempre a medicina preventiva, não só quanto aos recursos terapêuticos, médicos ou cirúrgicos, mas também aos recursos econômicos, sociais e culturais. A descoberta precoce de uma doença é cada vez mais valorizada na medicina moderna, não por razões puramente médicas como também econômicas. Mais e mais empresas estão investindo neste tipo de check-up anual de seus funcionários. Há estimativas que mais da metade das doenças está relacionada ao estilo de vida, e que cerca de 35% de todos os tumores estão associados ao cigarro, e 15% ao álcool. A prevenção ainda é o melhor remédio.

Genoma

Apesar da medicina preventiva ser ainda um dos maiores expoentes para salvar vidas,uma das mais importantes revoluções deste século na área médica, é sem dúvida, o projeto genoma. Trata-se do mapeamento de todos os genes do corpo humano (DNA) e será de suma importância para as futuras gerações, pois vai possibilitar a prevenção de doenças hereditárias ou pelo menos amenizar seus sintomas.

A previsão dos cientistas envolvidos no projeto é que daqui a 50 anos, a terapia genética estará disponível para a maioria das doenças e a expectativa de vida do homem chegará aos 90 anos. Hoje, já é possível saber se o DNA de uma pessoa acusa a predisposição de certos tipos de câncer, e a partir desta constatação, aplicar um tratamento preventivo no paciente.

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: