Publicidade

Artigos de saúde

Problemas da fala

Neste Artigo:

- Definições
- Como ajudar seu filho a tratar a disfasia e disartria normais
- Estimule a conversação
-
Procure ajuda médica se:

Definições

1. Características da disfasia e disartria normais


A "disfasia normal" e a "pseudogagueira" são os termos utilizados para descrever a repetição normal de sons ou sílabas, quando as crianças estão aprendendo a falar, entre os 18 meses e 5 anos de idade. A "disartria normal" e a "má pronúncia" são os termos utilizados para descrever a pronúncia incorreta de muitas crianças, quando estão aprendendo a falar: substituem ou omitem sons, de modo que a identificação de algumas palavras fica difícil.

2. Características da gagueira verdadeira

- Repetições de sons, sílabas ou partes de palavras.
- Hesitações e pausas na fala.
- Ausência de fluxo uniforme de linguagem.
- Mais freqüente quando a criança está cansada, exaltada ou sob tensão.
- Medo de falar.
- Quatro vezes mais provável nos meninos do que nas meninas.

3. Causas de disfasia, disartria e gagueira verdadeiras.

A disfasia normal acontece devido ao fato de que a mente pode pensar palavras com maior rapidez do que elas podem ser ditas. Ela aumenta quando a criança está cansada ou muito emocionada. A causa da disartria normal geralmente é genética. Na maioria dos casos, a gagueira verdadeira é herdada geneticamente.

Também se apresenta quando uma criança, com disfasia normal, é pressionada para que melhore e, no processo, torne-se consciente de sua dificuldade de falar. Pouco tempo depois, a criança começa a prever que vai falar mal e esforça-se para corrigir sua linguagem. A criança está tensa quando fala e, quanto mais tenta controlar sua linguagem, pior fica.

4. Freqüência

A disfasia normal se apresenta em muitas crianças. A gagueira verdadeira é observada em apenas 1% das crianças. A disartria normal se apresenta em 30% das crianças entre 1 e 4 anos de idade. Elas pronunciam muitas palavras de forma que seus pais, ou outras pessoas não podem entender. Aproximadamente 70% das crianças pronunciam as palavras com clareza, desde que começam a falar.

5. Evolução prevista para a disfasia, disartria e gagueira verdadeira.

Se for tratada corretamente, a disfasia normal persiste por aproximadamente 2 ou 3 meses. Diferente da disfasia normal, a disartria normal não é uma fase breve, mas mostra uma melhora muito gradual ao longo de vários anos, enquanto a criança se desenvolve. A linguagem de pelo menos 90% das crianças que têm disartria chega a ser totalmente compreensível aos 4 anos de idade. A linguagem de pelo menos 96% das crianças com disartria chega a ser totalmente compreensível aos 5 ou 6 anos de idade. Sem tratamento, a gagueira verdadeira irá piorar e persistir durante a vida adulta.

Como ajudar seu filho a tratar a disfasia e disartria normais

As seguintes recomendações devem prevenir que estes transtornos se convertam em gagueira verdadeira.

Estimule a conversação

Sente-se e fale com seu filho pelo menos 1 vez ao dia. Fale sempre de temas amenos e agradáveis. Não peça à criança para que recite ou faça uma apresentação verbal. Faça com que o ato de falar seja algo divertido.

1. Ajude a criança a relaxar quando ocorrer a gagueira.
Ignore a gagueira leve, que não provoca incômodo à criança. Porém, quando seu filho tiver problemas para falar, diga a ele algo que o faça sentir-se seguro como "Não se preocupe, eu entendo". Se seu filho perguntar se está gaguejando, diga a ele "Sua maneira de falar ficará cada vez mais fácil e algum dia você não vai gaguejar mais".

2. Não corrija a fala de seu filho
Evite manifestar qualquer desaprovação, tal como dizer "pare de gaguejar" ou "pense antes de falar". Lembre-se de que esta é a linguagem normal para a idade dele e que isto não pode ser controlado. Não tente melhorar a gramática ou pronúncia de seu filho. Evite também elogiá-lo quando ele falar bem, porque isto significa que a linguagem anterior de seu filho não estava tão boa quanto deveria.

3. Não interrompa seu filho
Deixe seu filho ter tempo suficiente para terminar o que estiver dizendo. Não complete as frases dele. Nem tampouco deixe que os irmãos interrompam um ao outro.

4. Não peça seu filho para repetir ou começar de novo
Se for possível, tente adivinhar a mensagem. Escute muito atentamente quando seu filho falar. Apenas se não entender um comentário que parece importante, você deverá pedir a ele que diga outra vez.

5. Não peça seu filho para praticar certa palavra ou som
Isto apenas faz com que ele se sinta mais inibido com relação à forma com que fala.

6. Não peça seu filho para falar mais devagar
Deixe seu filho perceber que você tem muito tempo e que não está com pressa. Use como modelo uma forma pausada de falar. Um tipo de linguagem apressada é uma fase temporária, que não pode ser modificada por ordem dos pais.

7. Não o chame de gago
Os apelidos tendem a se converter em profecias autocumpridas. Não fale na presença de seu filho sobre seus problemas de linguagem.

8. Peça a outros adultos para que não corrijam a linguagem de seu filho
Mostre estas orientações para as babás, professores, parentes, vizinhos e visitas. Não permita que os irmãos zombem da gagueira de seu filho ou que o imitem.

9. Ajude seu filho a relaxar e a se sentir aceito de forma geral
Todos os dias, tente aumentar as horas de diversão e brincadeiras de seu filho. Procure tornar mais lento o ritmo de vida de sua família. Se existem algumas áreas onde você esteja aplicando disciplina rigorosa, seja menos severa.

Procure ajuda médica se:

-
Seu filho tiver mais de 6 anos de idade e apresentar dificuldade em pronunciar a maioria das palavras.
- Seu filho tiver gagueira verdadeira.
- Se seu filho apresentar tiques nervosos ou trejeitos associados à gagueira.
- Seu filho se sentir inibido ou temeroso a respeito da forma como ele fala.
- Em sua família houver antecedentes de gagueira na idade adulta.
- Existir também retardo do desenvolvimento lingüístico (a criança não disser nenhuma palavra até os 18 meses, ou não disser nenhuma frase até os dois anos e meio).
- A linguagem for totalmente incompreensível para outras pessoas e seu filho tiver mais de 4 anos de idade.
- A disfasia não melhorar após experimentar este programa por 2 meses.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.               Revisado 31 de Outubro de 2006



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: