Publicidade

Artigos de saúde

Ajudando a fazer os deveres

Neste Artigo:

- Descrição
-
Como estimular a responsabilidade pelos deveres de casa

Descrição

Assumir a responsabilidade pelos deveres de casa ajuda as crianças a crescerem e se tornarem adultos responsáveis que cumprem suas promessas, respeitam seus limites e triunfam em suas tarefas. As crianças responsáveis terminam as tarefas escolares, os deveres de casa e os projetos a longo prazo a tempo. Lembram-se de seus compromissos e entregam seus trabalhos. Ocasionalmente pedem ajuda (por exemplo, com uma lista de palavras de ortografia), mas geralmente gostam de se dedicar por si mesmos aos seus trabalhos.

Como estimular a responsabilidade pelos deveres de casa

As sugestões a seguir deverão ajudá-lo a cultivar a característica de responsabilidade de seu filho e a evitar problemas com trabalhos escolares que podem ser difíceis de corrigir mais tarde.

1. Anime a aprendizagem e a responsabilidade na idade pré escolar

Escute atentamente a conversa de seu filho. Estimule-o a pensar por si só. Leve seu filho à biblioteca e leia regularmente para ele. Assistam programas educativos juntos, e falem sobre eles. Seja um modelo a ser seguido, que lê, acha a aprendizagem emocionante, gosta de resolver problemas e tentar coisas novas. Peça a seu filho em idade pré escolar para que o ajude com os afazeres (por exemplo, limpar a mesa ou guardar a roupa limpa).

2. Mostre a seu filho que está interessada em seu rendimento escolar.

Pergunte a seu filho como foi o dia na escola. Observe e faça comentários positivos sobre os trabalhos que seu filho traz para casa. Louve os pontos fortes de seu filho em seu boletim de notas. Manifeste interesse pelos livros que ele está lendo. Ajude-o a freqüentar a escola regularmente; não deixe que ele falte às aulas por doenças de pequena importância. Freqüente as reuniões escolares entre pais e mestres e converse com seu filho sobre elas. Se estiver desanimado, ao invés de transmitir isto a seu filho, programe uma reunião com o professor.

3. Apóie as recomendações da escola

Demonstre respeito tanto pelo sistema escolar quanto pelo professor, pelo menos na presença de seu filho. As acusações verbais contra a escola podem engendrar em seu filho sentimentos contrários à escola e dar a ele um pretexto para não se esforçar. Mesmo quando não estiver de acordo com uma política da escola, deverá estimulá-lo a obedecer as regras da escola, assim como precisará obedecer às regras mais amplas da sociedade.

4. Deixe claro que o trabalho escolar é entre seu filho e seu professor.

Quando seu filho começar a freqüentar a escola, deverá compreender que os deveres de casa, os trabalhos escolares e as notas são questões estritamente entre ele e seus professores, que deverão estabelecer as metas para atingir um melhor aproveitamento escolar. Seu filho deve sentir-se responsável pelo êxito e pelos fracassos na escola. Os pais que se sentem responsáveis pelo aproveitamento escolar de seus filhos abrem a porta para que seu filho passe a responsabilidade disto para os pais.
Ocasionalmente, os professores do primário poderão pedir-lhe que repasse com seus filhos alguns itens importantes, ou que vejam se terminou o trabalho que deixou pendente na escola, mas não faça isso uma constante.

5. Não se torne responsável pelo dever de casa

O costume de perguntar se tem dever de casa, de ajudá-lo todas as noites, de revisar os deveres terminados ou de ajudá-lo a estudar itens que ele tenha mais dificuldades indicam que você não confia nele. Se fizer o dever de casa de seu filho, ele terá menos confiança em si mesmo. Se seu filho lhe pede ajuda no dever de casa, ajude-o apenas no problema específico, explicando a pergunta e sem dar a resposta. O principal objetivo do dever de casa é ensinar a seu filho como trabalhar por conta própria.

6. Não imponha um tempo para estudar

Marcar um tempo fixo para que seu filho faça os deveres é desnecessário e é percebido como pressão. O mais importante é proporcionar um lugar tranqüilo com uma escrivaninha, uma mesa confortável, e com boa iluminação. Se for o caso, a única regra deverá ser "não assista televisão até terminar os deveres de casa". Aceite a palavra de seu filho de que a tarefa está pronta sem revisá-la. Para os compromissos a longo prazo, ajude seu filho a organizar seu trabalho algumas vezes, se tiver impressão que ele está confuso. Ajude-o a calcular quanto tempo ele acha que vai demorar para terminar o trabalho e redigir uma lista dos dias em que trabalhará no projeto.

7. Dê aulas particulares para as circunstâncias especiais

Ocasionalmente, uma professora solicitará a ajuda dos pais quando tiver muita dificuldade de repor os conteúdos, após uma longa ausência ou devido à uma transferência para uma escola nova. Se a professora apresentar esta necessidade, peça que envie comunicados para sua casa indicando o tema que seu filho precisa de ajuda. Ao usar este enfoque, você não estará assumindo a responsabilidade principal pelos trabalhos escolares de seu filho porque a solicitação e os temas de ajuda partiram da professora.
Administre esta instrução em casa de forma positiva e serviçal. Tão logo seu filho tenha atingido as metas da professora, em termos de melhora, retire-se do papel de tutor. Desta forma estará proporcionando ajuda temporária para seu filho superar um obstáculo, para o qual o pessoal da escola não tem tempo nem recursos para atendê-lo plenamente.

8. Solicite ajuda especial para crianças com problemas de aprendizado.

Algumas crianças têm problemas de aprendizado, que interferem com a aquisição de algumas habilidades básicas (por exemplo, a leitura). Neste texto, estamos considerando que seu filho não tem limitações de aprendizado. Se uma criança com uma incapacidade para ler, se atrasa muito na classe, a criança pode perder a confiança em sua capacidade de realizar os trabalhos da escola. Se você tiver preocupações a respeito da capacidade de aprendizado de seu filho, solicite uma reunião com a professora dele e questione a respeito de uma avaliação da equipe de educação especial. Com ajuda adicional, as crianças com limitações de aprendizado podem conservar sua auto-estima e sua sensação de capacidade.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.               Revisado 24 de Outubro de 2006



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: