Publicidade

Artigos de saúde

A Avaliação Escolar de Crianças com Escoliose Não Tem Tido Sucesso em Estimular os Pais a Tratarem Seus Filhos

A escoliose é uma curvatura anormal da coluna vertebral que pode se iniciar na infância e evoluir com deformidade acentuada, em alguns casos.

Mais da metade dos estados americanos realizam a pesquisa da escoliose nas crianças nas escolas, mas um novo estudo revela que a maioria das crianças diagnosticadas com este problema acabam por não serem tratadas. Este é o resultado de um novo estudo publicado na última semana na revista JAMA - Journal of the American Medical Association.

O estudo foi conduzido pela Dra. Barbara P. Yawn do Olmstead Medical Center em Rochester, Minnesota, Estados Unidos, e seus colaboradores. Foram avaliadas 2.242 crianças que iniciaram o pré-escolar entre 1979 e 1982.

Os pesquisadores descobriram um total de 92 encaminhamentos de crianças para tratamento de escoliose baseado em evidências radiológicas, e 328 crianças adicionais cujos pais receberam cartas notificando de um resultado anormal nos exames clínicos dos filhos, porém observando que o teste não havia preenchido os critérios para escoliose.

Ao avaliar os prontuários dos pacientes aos 19 anos de idade, os médicos haviam diagnosticado a escoliose em 27 das 92 crianças que haviam sido encaminhadas para tratamento, mas somente cinco delas havia recebido tratamento médico. Das 328 crianças com achados clínicos anormais, cinco foram diagnosticadas com escoliose aos 19 anos, mas nenhuma delas recebeu tratamento.

Assim, a Dra. Yawn não acredita que a avaliação radiológica deva ser continuada, baseando-se nos resultados pobres encontrados em seu estudo, pelo risco desnecessário de exposição das crianças ao raio X.

Fonte: The Journal of the American Medical Association (JAMA) 1999;282:1427-1432

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: