Publicidade

Artigos de saúde

Câncer em tubarões abala a teoria dos suplementos de cartilagem de tubarão

SAN FRANCISCO – Ao contrário da crença popular, os tubarões têm câncer, até mesmo tumores nas cartilagens, logo tomar suplementos de cartilagem de tubarão para prevenir ou retardar o câncer provavelmente não é eficaz, de acordo com um estudo apresentado no 91º encontro anual da Associação Americana de Pesquisa de Câncer (AAPC).

O Dr. John C. Harhsbarger, diretor do Instituto Nacional de Registro de Tumores em Animais Inferiores, relatou 40 registros de tumores coletados de peixes cartilaginosos. Vinte e três dos tumores eram de tubarões. Ele disse que cerca de um terço dos tumores nos arquivos eram malignos e destes tumores malignos, seis foram coletados de tubarões.

Harhsbarger disse, contudo, que os tumores são mais comuns em peixes ósseos, especialmente de águas rasas. "Isto se dá por que eles se alimentam em áreas com maior nível de poluentes ambientais. Os tubarões são peixes de águas profundas e não são expostos a tantos componentes nocivos," ele disse.

"O que há de novo neste artigo é nosso relato de que três tumores malignos, um carcinoma de células renais, um linfoma e um novo tumor de cartilagem, foram encontrados em tubarões. Os tubarões têm câncer, então deixemos o mito de lado," disse Harhsbarger em entrevista à Reuters Health.

A cartilagem de tubarão se tornou um tratamento alternativo popular para o câncer baseado na crença de que a mesma tinha propriedades antiangiogênicas – isto é, que ela prevenia o desenvolvimento dos novos vasos sangüíneos que alimentavam os tumores, dificultando o crescimento destes. O co-autor de Harhsbarger, Dr. Gary K. Ostrander da Universidade John Hopkins, disse que "não existem estudos publicados em revistas renomadas que confirmem esta crença."

Na conferência, o Dr. Donald Coffey da Universidade John Hopkins disse que a mesma lógica que leva pessoas a tomar cartilagem de tubarão poderia levá-las a "comer glândulas prostáticas de cavalos ou gatos para prevenir câncer de próstata porque cavalos e gatos não têm câncer de próstata."

Hank Poterfield, catedrático do grupo de apoio ao câncer prostático Us Too!, disse que "como paciente, todo este fenômeno sobre a cartilagem de tubarão lança dúvidas sobre a medicina alternativa mesmo quando existem alternativas complementares médicas eficientes para o câncer prostático." Em entrevista à Reuters Health, ele disse, "Nenhum paciente com câncer prostático jamais se beneficiou da cartilagem de tubarão." Ele acrescenta que ele irá acabar com a estória da cartilagem de tubarão.

Porém, não é provável que a cartilagem de tubarão desapareça das notícias porque o Instituto Nacional de Saúde tem um estudo em andamento na fase III sobre o extrato da cartilagem de tubarão chamado AE-941. Os resultados de um estudo do extrato em combinação com a cisplatina foram relatados no encontro da AAPC no ano passado. No estudo em fase II, o Dr. Jean Latreille da Universidade de Montreal relatou que "houve uma tendência em direção à resposta." O extrato é fabricado pelo Aeterna Laboratories, em Quebec.

Fonte: 91º encontro anual da Associação Americana de Pesquisa de Câncer (AAPC).
Publicado em Bibliomed Saúde em 14/04/2000

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: