Notícias de saúde

COVID-19 poderia levar também a alterações na audição

11 de agosto de 2020 (Bibliomed). Um número significativo de pacientes relatou uma perda na sua audição quando questionados oito semanas após a alta hospitalar por COVID-19, segundo especialistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, segundo publicaram em uma carta ao International Journal of Audiology.

Segundo o estudo, 121 dos adultos internados no Hospital Wythenshawe, parte do NHS Foundation Trust da Universidade de Manchester, participaram da pesquisa por telefone. Quando questionados sobre mudanças na audição, dezesseis pessoas (13,2%) relataram que a audição era pior. Oito pessoas relataram deterioração na audição e outras oito relataram zumbido (ruídos não causados por uma fonte externa).

De acordo com os pesquisadores, seria possível que, em teoria, a COVID-19 poderia causar problemas em partes do sistema auditivo, incluindo o ouvido médio ou a cóclea. Problemas tais como, por exemplo, na neuropatia auditiva, um distúrbio auditivo em que a cóclea está funcionando, mas a transmissão ao longo do nervo auditivo para o cérebro está prejudicada.

Uma condição chamada síndrome de Guillain-Barre também está ligada à neuropatia auditiva, que também é conhecida por ter uma associação com a SARS CoV-2.

Os resultados, publicados em uma carta ao International Journal of Audiology, adicionam um crescente corpo de evidências de que a cepa do coronavírus que causa o COVID-19, o SARS CoV-2, tem impactos a longo prazo na saúde e possivelmente na audição.

Fonte: University of Manchester. News release. July 31, 2020.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários