Notícias de saúde

É o momento de planejar vacinação global sem gênero para HPV?

13 de maio de 2020 (Bibliomed). O papiloma vírus humano (HPV) causa, entre outras doenças, câncer de colo do útero e orofaringe. Um novo estudo sueco-finlandês publicado no The Journal of Infectious Diseases mostra que os tipos de HPV mais capazes de causar câncer podem ser eliminados, mas somente se meninas e meninos forem vacinados. Ambos os sexos receberão a vacinação na Suécia a partir de 2020.

Os pesquisadores iniciaram um estudo em 2007, convidando 80.000 jovens entre 12 e 15 anos de 250 escolas de 33 cidades para participar. Em 11 cidades, meninos e meninas receberam vacinação contra o HPV, em outras 11 cidades apenas meninas foram vacinadas e em 11 cidades os participantes foram vacinados contra um vírus totalmente diferente (controle).

A triagem geral do HPV aos 19 anos de idade mostrou que a vacinação de ambos os sexos evitava infecções por HPV na sociedade com muito mais eficácia do que a vacinação exclusiva de meninas. Uma estratégia de gênero neutro também foi eficaz na prevenção de infecções por HPV em meninas não vacinadas.

O HPV já havia sido incluído no programa de vacinação sueco em 2012. Até o momento, a vacina estava sendo oferecida apenas para meninas, mas em 2019 o governo decidiu oferecê-la a ambos os sexos a partir do outono de 2020 (junho, no hemisfério norte).

Fonte: The Journal of Infectious Diseases. DOI: 10.1093/infdis/jiaa099.

Copyright © Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários