Notícias de saúde

Adesão às dietas vegana e vegetariana por motivos de saúde

06 de novembro de 2019 (Bibliomed). O número de vegetarianos e veganos está crescendo em todo o mundo. Algumas pessoas aderem à uma vida sem carne ou produtos e origem animal por questões ideológicas. Outros, no entendo, fazem essa escolha por motivos de saúde.

Pesquisa publicada no Journal of Nutrition Education and Behavior buscou identificar quais os fatores de saúde que levam as pessoas a adotarem uma dieta vegetariana ou vegana nos Estados Unidos. Para isso, os pesquisadores usaram dados da National Health Interview Survey, de 2012, e selecionaram 34.525 participantes.

Desses, apenas 1.367 (4%) pessoas adotaram as dietas vegetariana/vegana permanentemente, e 648 (1,9%) a adotaram por um ano. A idade média dos participantes foi entre 30 e 65 anos, e a maioria eram mulheres, não hispânicas e da região oeste dos Estados Unidos. O nível de escolaridade mínimo era o ensino médio completo e as pessoas tinham doenças crônicas e eram ativas fisicamente. Além disso, os participantes vegetarias e veganos eram menos propensos a estar em um relacionamento, com sobrepeso ou obesidade, fumar, e ter seguro de saúde público ou privado.

Entre os vegetarianos e veganos, 6,3% consultaram um médico para dietas especiais; 26,1% seguiram a dieta devido a um problema de saúde específico, principalmente colesterol alto, excesso de peso, hipertensão e diabetes; e 59,4% divulgaram a dieta ao seu médico.

Ao todo, menos de 2% dos participantes relataram usar uma dieta vegetariana ou vegana por motivos de saúde nos últimos 12 meses. Apesar dos benefícios potenciais da nutrição vegetal, são necessárias mais pesquisas sobre o uso real e seus efeitos e segurança.

Fonte: Journal of Nutrition Education and Behavior. DOI: 10.1016/j.jneb.2017.04.011.

Copyright © 2019 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários