Notícias de saúde

Antidepressivos podem ser ineficazes em crianças e adolescentes

26 de julho de 2016 (Bibliomed). O tratamento de crianças e adolescentes que sofrem de depressão com antidepressivos pode ser ineficaz e potencialmente perigoso, de acordo com um comentário na revista The Lancet.

Pesquisadores do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Oxford, no Reino Unido, e colegas revisaram 34 estudos que incluíram 5.260 crianças e adolescentes. A maioria dos ensaios (65%) fooi financiados por empresas farmacêuticas; 90% tinham um risco de serem tendenciosos em favor da medicação, segundo os autores.

Dos 14 antidepressivos estudados, apenas a fluoxetina foi mais eficaz no tratamento da depressão do que um placebo em crianças e adolescentes, segundo os pesquisadores. Os antidepressivos venlafaxina, imipramina e duloxetina tiveram os piores efeitos colaterais, causando mais pacientes a parar de tomá-los do que aqueles que tomam um placebo. E venlafaxina foi ligado a um maior risco de pensamentos suicidas em comparação com um placebo e outros cinco antidepressivos.

Segundo os autores, as crianças pequenas nunca deveriam receber antidepressivos, e os adolescentes deveriam receber prescrição destes medicamentos de maneira parcimoniosa.

Fonte: The Lancet. DOI:10.1016/S0140-6736(16)30385-3

Copyright © 2016 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários