Notícias de saúde

Gengibre é útil no tratamento de náuseas e vômitos em grávidas

15 de maio de 2014 (Bibliomed). Náuseas e vômitos durante a gravidez ocorrem comumente. Possíveis efeitos secundários nocivos para o feto, gerados pelo tratamento baseado na medicina convencional, levaram a uma necessidade de alternativas para aliviar estes episódios.

 Uma recente revisão sistemática publicada na revista Nutrition Journal investigou os dados recentes sobre a administração de gengibre por via oral para o tratamento da náuseas e vômitos da gravidez. O objetivo primário do estudo foi avaliar a eficácia do gengibre no tratamento de destes quadros, e o objetivo secundário foi avaliar a segurança do gengibre durante a gravidez. Na análise, doze ensaios clínicos randomizados envolvendo 1.278 gestantes foram incluídos.

Nos resultados encontrados, o gengibre melhorou significativamente os sintomas de náuseas, quando comparado com o placebo. Entretanto, não reduziu significativamente o número de episódios de vômitos, quando comparado ao placebo, embora tenha havido uma tendência de melhora. As análises de subgrupos pareceram favorecer a dose diária mais baixa de <1500 mg de gengibre para aliviar náuseas. O gengibre não representou um risco significativo para aborto espontâneo em comparação com placebo ou com a vitamina B 6. Da mesma forma, o gengibre não representou um risco significativo para os efeitos colaterais de azia ou sonolência.

Esta avaliação sugere potenciais benefícios do gengibre na redução dos sintomas de náusea na gravidez. Com base em evidências, o gengibre pode ser considerado uma opção alternativa inofensiva e possivelmente eficaz para mulheres que sofrem de náuseas e vômitos da gravidez.

Fonte: Nutrition Journal 2014, 13:20.

Copyright © 2014 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários