Publicidade

Notícias de saúde

Filhos de fumantes são mais doentes

04 de setembro de 2012 (Bibliomed). O fumo passivo diminui a sensibilidade à tosse, o que pode provocar irritações respiratórias. Isso pode explicar qual o motivo filhos de fumantes são mais doentes, afirmam pesquisadores norte-americanos.

Em estudo realizado no Centro Monell, nos Estados Unidos, os cientistas descobriram que 60% das crianças com idade ente três e 11 anos e 18 milhões de jovens entre 12 e 19 anos são expostos à fumaça de tabaco de forma regular.

Os pesquisadores explicam que a tosse protege os pulmões de potenciais ameaças ambientais, como produtos químicos e poeira. Estar constantemente exposto à fumaça de tabaco diminui esse reflexo, aumentando as chances de ficarem doentes.

O estudo envolveu 38 crianças e adolescentes saudáveis com idades entre dez e 17 anos que inalaram concentrações crescentes de capsaicina - o ingrediente ardente da pimenta e um estímulo químico potente para a tosse - de um nebulizador. Dezessete dos jovens haviam sido regularmente expostos ao fumo em casa, enquanto 21 nunca haviam sido expostos à fumaça em suas residências.

O estudo, publicado no Tobacco and Nicotine Research, mostrou que os jovens regularmente expostos ao fumo passivo precisavam do dobro de capsaicina para provocar a tosse do que as crianças não expostas ao fumo, ou seja, as crianças expostas ao tabaco foram menos sensíveis ao estímulo ambiental irritante.

As descobertas ajudam a explicar o motivo de filhos de fumantes serem mais propensos a desenvolver bronquite, pneumonia e outras doenças, além de terem mais chances de fumar durante a adolescência, dizem os pesquisadores.

Fonte: UPI, 30 de agosto de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: