Publicidade

Notícias de saúde

Combinação de drogas mostra-se eficaz no tratamento do câncer de mama

09 de agosto de 2012 (Bibliomed).  A combinação de duas drogas normalmente dadas como agentes únicos no tratamento de câncer de mama tem aumentado significativamente a sobrevida das mulheres com câncer de mama metastático, dizem pesquisadores norte-americanos.

Segundo a especialista em câncer de mama do Loyola University Medical Center, nos Estados Unidos, Dra. Kathy Albain, mulheres que receberam tratamento com anastrozol e fulvestranto ao mesmo tempo tiveram sobrevida maior em seis meses do que aquelas que iniciaram o tratamento com anastrozol e utilizaram o fulvestranto apenas na progressão da doença.

Dra. Albain explica que o estudo mostrou que a terapia de combinação hormonal sozinha, sem a quimioterapia, aumenta a sobrevida de pacientes com câncer de mama em estado avançado, o que pode mudar o padrão utilizado para cuidar desses pacientes.

O anastrozol é uma pílula tomada diariamente e pertence a uma classe de medicamentos chamados inibidores de aromatase, que funcionam diminuindo a quantidade de estrogênio no corpo, uma vez que o estrogênio trabalha como combustíveis para o câncer de mama.

O fulvestranto é administrado por injeção e se liga aos receptores de estrógeno, bloqueando o efeito que o estrogênio tem sobre as células cancerosas.

O estudo envolveu 70 mulheres na pós-menopausa que tiveram câncer de mama metastático classificado como hormônio-receptor-positivo. As mulheres que receberam o tratamento padrão sobreviveram uma média de 41,3 meses, enquanto as que receberam as duas drogas em combinação sobreviveram cerca de 47,7 meses.

Os resultados foram publicados no New England Journal of Medicine.

Fonte: UPI, 02 de agosto de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: