Publicidade

Notícias de saúde

Grávidas fumantes têm maiores chances de terem filhos com asma

04 de junho de 2012 (Bibliomed). A asma aguda afeta significativamente a qualidade de vida dos pacientes, e pesquisa da Universidade da Califórnia mostra que crianças e adolescentes cujas mães fumaram durante a gestação são mais propensas ao desenvolvimento dos sintomas dessa doença do que aqueles cujas mães não fizeram uso de cigarros enquanto grávidas.

Os efeitos são mais sentidos entre afro-americanos e latinos, por isso, a análise envolveu quase 2.500 crianças com essas características e descobriu que aquelas com idade entre oito e 17 anos eram mais propensas a terem mães que fumaram durante a gravidez, independente dos níveis de escolaridade, socioeconômicos e da exposição da criança ao tabaco.

Sam S., autor da pesquisa, explica que os filhos das mulheres que fumaram durante a gravidez, tiveram aumento de 50% na asma não controlada, mesmo que hoje sua exposição ao tabaco seja controlada.

Os resultados, segundo o pesquisador, são significativos, levando-se em consideração o fato de que a maior proporção de mulheres que fuma durante a gestação é de minorias étnicas, bem como os maiores índices de asma.

Os resultados podem ser consultados na próxima edição do The Journal of Allergy and Clinical Immunology.

Fonte: EurekAlert!, 31 de maio de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: