Publicidade

Notícias de saúde

Pacientes internados terão direito a acompanhamento odontológico

24 de abril de 2012 (Bibliomed). Aprovado pelo Congresso Nacional no dia 19 de abril de 2012, o projeto de Lei 2776/08 torna obrigatória a presença de cirurgiões dentistas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Segundo especialistas, a projeto é uma vitória para os pacientes, uma vez que más condições de saúde bucal podem agravar quadros de doenças já graves.

Estudos comprovam que uma higiene bucal deficiente pode agravar o quadro clínico, ocasionar outras infecções – especialmente as respiratórias, além de contribuir para o óbito do paciente. Além disso, a má higiene oral pode facilitar o contágio por pneumonia hospitalar (infecção nosocomial), que é responsável por 10% a 15 % de todas as infecções contraídas em hospitais, além de 20% a 50% das mortes desses pacientes infectados.

Segundo a Dra. Teresa Márcia de Morais, presidente do Departamento de Odontologia da AMIB, o grande desafio enfrentado para adoção de cirurgião dentista nas UTIs é a baixa prioridade dada aos tratamentos odontológicos se comparados aos diversos outros problemas de saúde que o paciente enfrenta. Contudo, a Dra. Teresa explica que o surgimento de estudos que confirmam que uma má qualidade da higiene oral tem papel nocivo à saúde do paciente hospitalizado, a odontologia passa a dividir responsabilidades com a equipe médica.

Fonte: Mediação Imprensa e Comunicação, 20 de abril de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: