Publicidade

Notícias de saúde

Nova descoberta pode modificar tratamento do câncer de cólon

20 de julho de 2011 (Bibliomed).  Uma nova descoberta a respeito do câncer de cólon pode mudar a forma como a doença é abordada.

Pesquisadores da University of Texas Southwestern (EUA) desenvolveram um estudo que mostra que pelo menos 70 mutações genéticas estão envolvidas na formação da doença – um número muito superior ao que cientistas acreditavam.

De acordo com o Dr. Jerry W. Shay, antigamente se pensava que existiam 151 genes candidatos, sendo que mutações ocorridas entre 8 e 15 deles levariam ao desenvolvimento do câncer. Com a nova descoberta, sabe-se agora que existem 700 outros genes que podem ser classificados como genes em que mutações poderiam levar ao surgimento da doença.

“Aqueles números estão muito errados”, afirma Shay. “Existem 65 genes candidatos e pelo menos 5 genes passageiros cujas mutações desempenham papéis significativos no desenvolvimento do câncer”.

Os tratamentos utilizados atualmente têm como alvo apenas um ou dois dos genes que causam o câncer, e apesar de haver diminuição dos tumores, quase sempre acontece uma reincidência.

“As formas que nós temos usado para tratar os pacientes até agora (atacam) apenas um alvo enquanto nós deveríamos estar (atacando) três ou quatro caminhos diferentes simultaneamente”, explica Shay. A pesquisa pode ajudar médicos e cientistas a identificarem técnicas mais eficazes para o combate ao câncer de cólon.

O estudo será publicado em Cancer Research.

Fonte: UPI 18 de julho de 2011.

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: