Publicidade

Notícias de saúde

Energéticos associados ao abuso de substâncias

17 de junho de 2011 (Bibliomed). Pesquisadores fizeram um estudo com músicos profissionais e amadores nos Estados Unidos, mostrando que entre esse grupo de pessoas, o uso dessas bebidas está associado ao abuso de álcool e de drogas.

A pesquisa, desenvolvida na Universidade de Buffalo, estudou o comportamento de 226 músicos entre as idades de 18 e 45 anos. Nesse grupo, 94% dos indivíduos reportaram consumir cafeína e 57% disseram consumir bebidas energéticas especificamente.

Quanto ao comportamento dos músicos relacionado ao álcool, 68% disseram beber álcool excessivamente pelo menos duas vezes por ano e 74% enfrentaram pelo menos um problema social derivado do álcool, como a ressaca ou o arrependimento de ter feito algo enquanto a pessoa estava alterada. A grande maioria disse também fazer uso de drogas recreativas. 23% tomavam medicamentos controlados, 52% usavam maconha, 25% usavam drogas psicodélicas e 21% usavam cocaína.

Entre os músicos que não bebiam energéticos, o uso abusivo de substâncias legais foi menor. Enquanto 31% dos indivíduos que tomavam energéticos usavam medicamentos controlados indevidamente, esse número foi de apenas 13% entre pessoas que não consumiam energéticos. 76% das pessoas que bebem energéticos disseram consumir álcool excessivamente, enquanto 59% das pessoas que não tomam essas bebidas tinham a mesma atitude.

Os autores do estudo concluíram que entre esses profissionais o uso de cafeína é excessivo, e deve ser abordado. Porém, o uso dos energéticos parece trazer maiores problemas do que apenas o consumo exagerado de cafeína.

A pesquisa foi publicada no Journal of Caffeine Research.

Fonte: UPI 16 de junho de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: