Publicidade

Notícias de saúde

Primeiras memórias são substituídas, afirma estudo

13 de maio de 2011 (Bibliomed). Uma nova pesquisa desenvolvida na Memorial University Peterson (no Canadá) desafia o senso comum de que crianças muito pequenas não conseguem formar memórias. Essa teoria diz que crianças pequenas não possuem as habilidades cognitivas e linguísticas para construírem memórias, e por isso as pessoas não conseguem se lembrar bem dos seus primeiros anos de vida.

Porém, esse novo estudo afirma que na verdade as memórias são formadas, mas são substituídas por outras até os 10 anos de idade de um indivíduo.

Para compreender melhor esse processo, pesquisadores pediram a 140 crianças entre as idades de 4 e 13 anos que descrevessem suas memórias mais antigas, repetindo a pergunta dois anos depois. Os cientistas pediram também que as crianças estimassem quantos anos elas tinham quando a memória aconteceu, confirmando essa idade com os pais.

O experimento mostrou que com as crianças entre 4 e 7 anos, as versões das memórias na primeira entrevista e na segunda coincidiram muito pouco. A pesquisadora Carole Peterson conta que “mesmo quando nós repetimos o que eles tinham nos contado dois anos antes, muitas das crianças mais novas nos disseram que aquilo não tinha acontecido com elas”.

Já as crianças de 10 a 13 anos descreveram as mesmas memórias nas duas entrevistas. Mais da metade delas contaram a mesma memória.

O próximo passo da pesquisa é tentar entender por qual motivo as crianças se lembram de um determinado evento e se esquecem de outros.

Fonte: WebMD 11 de maio de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: