Publicidade

Notícias de saúde

Teste permite prever quais pacientes se beneficiarão de terapia cognitiva

20 de abril de 2011 (Bibliomed). A terapia cognitiva é um ramo da psicologia que pode ajudar indivíduos a modificarem pensamentos e comportamentos negativos, mas o tratamento não funciona em todos os casos.

Uma forma de prever quais pacientes poderiam se beneficiar dessa forma de terapia seria submetendo-os a varreduras cerebrais. Mas esses exames são caros e complicados demais para serem usados rotineiramente. Assim, pesquisadores das universidades de Pittsburg e Pennsylvania (EUA) desenvolveram um exame alternativo.

“Nós mostramos que uma medida psicológica rápida, barata e fácil de ser administrada, a dilatação de pupila em resposta a palavras emocionais, não apenas reflete atividade em regiões cerebrais envolvidas na depressão e resposta a tratamento mas também pode prever quais pacientes têm probabilidade de responder à terapia cognitiva”, explica o Dr. Greg Siegle, um dos autores da pesquisa.

O estudo sugere que os sistemas regulatórios de emoção no cortical do cérebro estão fortemente ligados ao tamanho da pupila da pessoa quando ela lê palavras emocionalmente carregadas. Essa ligação é o que permite observar se o indivíduo é um bom candidato à terapia cognitiva ou não.

Os pesquisadores esperam que os resultados do estudo possam no futuro serem usados regularmente para avaliar as taxas de resposta a tratamentos de pacientes em clínicas de saúde mental.

A pesquisa foi publicada no periódico Biological Psychiatry.

Fonte: EurekAlert! 18 de abril de 2010

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: