Publicidade

Notícias de saúde

Padrão cerebral de viciadas em comida é o mesmo de dependentes químicos

07 de abril de 2011 (Bibliomed). Pesquisa sugere que cérebros de pessoas viciadas em comida apresentam os mesmos padrões de comportamento que os cérebros de alcoólatras e viciados em drogas.

“Pessoas que apresentam sintomas típicos de dependência ao comer também parecem mostrar o mesmo padrão de atividade cerebral que nós veríamos em outros vícios” afirma a pesquisadora Ashley N. Gearhardt, da Universidade de Yale.

Para os experimentos, cientistas avaliaram 39 mulheres em uma faixa etária média de 21 anos. Todas tinham um índice de massa corporal acima de 28 (acima do peso) e estavam participando de um programa que buscava ajudar pessoas a adquirir e manter um peso saudável.

Elas participaram de diversos testes para que os pesquisadores conseguissem medir o quão viciadas em comida elas eram, e fizeram ressonâncias magnéticas para estudar as mudanças metabólicas que aconteciam no cérebro enquanto as mulheres interagiam com imagens de milkshakes ou tomavam a bebida.

As áreas mais ativadas dos cérebros das mulheres com o vício estavam relacionadas a tomar decisões, controle de comportamento e o relacionamento entre estímulo e respostas. As áreas menos ativadas enquanto elas tomavam o milkshake era a envolvida em inibição de comportamento, mostrando que essas mulheres tinham menos habilidade em controlar suas ações.

Esses resultados levaram os cientistas a concluir que pessoas que mostram comportamentos sintomáticos de viciados ao comer poderiam ser tratadas de forma mais eficiente com programas para vencer vícios, e não programas tradicionais contra a obesidade.

Fonte: WebMD 5 de abril de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: