Publicidade

Notícias de saúde

Novas diretrizes para prevenção de doenças cardiovasculares em mulheres

30 de março de 2011 (Bibliomed). As novas diretrizes publicadas esse ano pela Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês), sugerem, entre outras recomendações, o uso do ácido acetilsalicílico para diabéticas e mulheres acima de 65 anos. A substância pode ser encontrada em medicamentos como a Aspirina Prevent e auxilia na prevenção de derrames e doenças do coração.

Acima dos 65 anos, o risco de mulheres desenvolverem doenças cardiovasculares aumenta bastante. O Dr. Jairo Lins Borges, do Instituto Dante Pazzanese, explica que “o uso contínuo do ácido acetilsalicílico nesse caso é indicado especialmente para prevenir o acidente vascular cerebral e também o infarto do miocárdio nas mulheres que têm doença cardiovascular estabelecida ou que apresentem fatores de risco com pressão alta, colesterol elevado e tabagismo”.

Já no caso das diabéticas, a própria doença é um risco para o desenvolvimento de problemas cardiovasculares, sendo até mesmo equivalente ao de uma pessoa que já tenha passado por um infarto ou derrame.

Dados científicos apóiam o uso do ácido acetilsalicílico em pequenas doses para a precaução de enfartes e isquemias. As evidências apresentadas em pesquisas confirmam a sugestão da AHA e incentivam o uso contínuo da substância para a prevenção primária de AVC e doenças cardiovasculares em pacientes de risco.

O Dr. Jairo Lins Borges afirma que mulheres e homens devem receber as mesmas atenções e cuidados. “A mulher acima dos 65 anos apresenta risco cardiovascular tão elevado quanto o homem dessa faixa etária e precisa ser tratada com o mesmo rigor para evitar complicações graves como infarto, AVC e a morte”.

Fonte: Burson-Marsteller Brasil, 29 de março de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: