Publicidade

Notícias de saúde

Portadores de HIV têm mais riscos de sofrer fraturas

14 de março de 2011 (Bibliomed). Pacientes infectados com o vírus HIV apresentam baixa densidade mineral óssea, o que aumenta as chances desses sofrerem fraturas. Contudo, não havia, até agora, dados estatísticos do número desse tipo de ocorrência entre essas pessoas. Estudo publicado na Clinical Infectious Diseases analisou as diferenças nas taxas de fraturas entre pacientes infectados pelo HIV e a população em geral e encontrou maiores índices de fratura entre pacientes com HIV.

Realizado entre os anos 2000 e 2008, nos Estados Unidos, o estudo acompanhou 5.826 pacientes portadores de HIV e compararam os dados obtidos com os de pacientes não infectados acompanhados de 2000 a 2006. Os resultados mostraram que a taxa de fraturas dos portadores de HIV é de 1,98 a 3,69 vezes maior.

"Nós confirmamos que vários fatores de risco estabelecidos para a fratura, tais como a idade, abuso de substâncias, co-infecção por hepatite C e diabetes, estavam associados com fraturas entre os pacientes infectados pelo HIV", disse o autor do estudo Benjamin Young.

O cientista diz, também, que o estudo aponta para uma possível associação entre o risco de fraturas e contagem de células CD4. "Nós acreditamos que nossos dados confirmam a necessidade de desenvolver diretrizes que tratam de triagem para correção de causas reversíveis e de baixa densidade mineral óssea e risco de queda e que essas atividades devem ser incorporadas na rotina de atendimento de pacientes infectados pelo HIV", completa Young.

Fonte: Clinical Infectious Diseases, 11 de março de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: