Publicidade

Notícias de saúde

Vegans e vegetarianos devem ingerir mais ômega-3 e vitamina B12

14 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). Vegans e vegetarianos são mais propensos a desenvolver coágulos de sangue e aterosclerose, também conhecido como "endurecimento das artérias". Pessoas nessas condições podem sofrer ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais ou derrames. É o que aponta estudo da Sociedade Americana de Química.
Pessoas que consomem carne costumam ter uma combinação maior de fatores que levam a ataques cardíacos. Contudo, a não ingestão de carne cria no corpo deficiências de alguns nutrientes que podem levar a prejuízos para a saúde.

A dieta dos vegans, pessoas que não consomem carne e nem produtos derivado de animais de qualquer espécie, costuma ser deficiente em diversos nutrientes essenciais, o que inclui ferro, zinco, vitamina B12 e ácidos graxos ômega-3.

Uma dieta vegetariana balanceada pode fornecer proteínas suficientes, mas o mesmo não acontece sempre com relação à gordura e aos ácidos graxos. Assim, os vegans tendem a ter níveis elevados de homocisteína no sangue e níveis baixos de HDL, a forma "boa" do colesterol. Ambos são fatores de risco para doenças cardíacas.

Cientistas recomendam o aumento de consumo de produtos que sejam ricos em ômega-3, como peixes e frutos secos, como as nozes, e de vitamina B12, presente em frutos do mar, ovos e leite fortificado. A solução para os mais radicais seria a adoção de suplementos de ácidos graxos e vitaminas que compensem a falta de ingestão desses compostos presentes em alimentos que não fazem parte da dieta.

Fonte: Sociedade Americana de Química, 03 de fevereiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: