Publicidade

Notícias de saúde

Crianças bilíngües são mais atentas

21 de janeiro de 2011 (Bibliomed). As universidades Concórdia e Provence, no Canadá e França, respectivamente, fizeram um estudo analisando as habilidades cognitivas de crianças bilíngües de até dois anos de idade.

63 crianças foram divididas entre dois grupos – bilíngües e crianças que falavam apenas uma língua. Para definir os níveis de habilidade lingüística das crianças, os pais realizaram entrevistas expondo-as a vocabulário nas duas línguas. As crianças também fizeram cinco testes básicos de língua e cognição.

Em algumas tarefas, os bilíngües tiveram um melhor desempenho. Eles conseguiram se manter concentrados enquanto o restante das crianças se distraiu. De acordo com uma das pesquisadoras, essa vantagem se desenvolve a partir do esforço que as crianças precisam fazer para entender os pais quando eles utilizam duas línguas em um diálogo.

“Nós descobrimos que aos 24 meses, crianças bilíngües já tinham adquirido um vocabulário em cada uma das duas línguas e adquirido alguma experiência em migrar entre inglês ou francês. Nós descobrimos que os benefícios de ser bilíngüe vêm mais cedo do que o documentado em estudos anteriores”, diz Poulin-Dubois.

Esse estudo tem aplicações práticas para pais e professores. De acordo com os resultados encontrados pelos cientistas, é interessante expor as crianças a duas línguas desde cedo. A habilidade de falar duas línguas oferece vantagens ao desenvolvimento cognitivo da criança e um controle melhor da sua atenção.

Fonte: Science Daily 19 de janeiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: