Publicidade

Notícias de saúde

Programas devem garantir terapia antirretroviral e alimentação infantil para evitar a transmissão vertical do HIV

10 de janeiro de 2011 (Bibliomed). O número de mulheres soropositivas grávidas que recebem medicamentos antirretrovirais (ARV) para evitar transmissão vertical do HIV tem aumentado rapidamente. Um estudo realizado pela OMS e publicado na revista Sexually Transmitted Infections estimou a redução das infecções pelo HIV em crianças devido à prevenção de transmissão vertical (PTV) na última década.

Entre 2000 e 2009 houve uma redução de 24% no número anual estimado de transmissões verticais do HIV nos 25 países com o maior número de mulheres soropositivas, um terço dessa redução ocorreu em 2009. Se estes países implementassem as novas recomendações de PTV da OMS entre 2010 e 2015, e fornecessem a profilaxia ARV mais eficaz e o tratamento a 90% das mulheres soropositivas grávidas, 1 milhão de novas infecções em crianças poderiam ser evitadas até 2015. A redução da incidência do HIV em mulheres em idade reprodutiva, e a limitação da duração do aleitamento materno aos 12 meses (com profilaxia ARV) poderia evitar um adicional de 264.000 infecções, resultando em uma redução de 79% dos recém-nascidos infectados entre 2009 e 2015.

Concluiu-se que  para atingir a eliminação virtual da transmissão vertical do HIV, os programas devem atingir uma elevada cobertura, com terapia antirretroviral mais efetiva e práticas seguras de alimentação infantil.

Fonte: Sexually Transmitted Infections, Volume 86, Issue 2, 2010, Pages 48-55

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: