Publicidade

Notícias de saúde

Homeopatia pode ser alternativa para evitar efeitos colaterais em crianças

28 de dezembro de 2010 (Bibliomed). Durante a infância, o organismo se encontra em constante desenvolvimento - neurológico, psicológico, endocrinológico e imunológico -, e alguns medicamentos podem alterar ou até mesmo prejudicar essa evolução. Uma alternativa para evitar efeitos colaterais indesejáveis em crianças pode ser a utilização de medicamentos homeopáticos, segundo o médico pediatra e homeopata Yechiel Moises Chencinski.

"Os efeitos adversos de remédios podem ser agudos e causar vômitos, dores de cabeça, diarreia e tontura", explica o especialista. Segundo ele, reações indesejáveis geralmente são provocadas pelo uso contínuo ou repetido de algumas drogas, e podem alterar funções mais nobres do organismo, como o crescimento e desenvolvimento ou prejudicar, por exemplo, a atividade hepática e renal. "É preciso avaliar os riscos dessas ocorrências para se adequar ou até suspender e mudar o tratamento prescrito", afirma.

O médico destaca que algumas classes de medicamentos merecem atenção redobrada quando utilizados em crianças. Entre os mais comuns estão os antibióticos, corticoides, anti-inflamatórios, antidepressivos, quimioterápicos e até vacinas. "Isso não significa que esses medicamentos não tenham seus pontos positivos e suas indicações precisas no tratamento de muitas doenças", lembra o médico. "Algumas vezes, essas medicações são fundamentais para salvar vidas humanas, independente de sua faixa etária", ressalta.

De acordo com o especialista, é importante que o médico esteja familiarizado com a medicação utilizada e que os pacientes tenham acesso facilitado aos profissionais de saúde. "Os medicamentos devem ser receitados corretamente e o uso deve contar com supervisão constante. A qualquer sinal de prejuízo, esses tratamentos devem ser reavaliados e reorientados", destaca o médico.

Benefícios da homeopatia

No caso dos medicamentos homeopáticos, eles podem ser utilizados em um grande número de pacientes para solucionar diversas doenças. "A homeopatia pode ser associada à alopatia, acupuntura, fitoterapia, entre outras, buscando o bem estar e o equilíbrio da saúde do paciente", lembra o médico.

"Não existem efeitos adversos ou efeitos colaterais indesejáveis com o uso do medicamento homeopático agudamente ou de forma prolongada, nem a curto e nem a longo prazo", destaca o médico. "É muito importante, no entanto, que sejam indicados por um profissional de saúde habilitado, o que é essencial para garantir a segurança do paciente de qualquer faixa etária", completa.

Fonte: Barcelona Soluções Corporativas. Press release. 27 de dezembro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: