Publicidade

Notícias de saúde

Maior local de estresse para os brasileiros é a própria casa, aponta estudo

11 de agosto de 2010 (Bibliomed). Um estudo recentemente realizado com mais de 100 mil pessoas indicou que a casa é o local de maior estresse da população brasileira. Realizada pelo mutirão estadual do coração promovido em 2009 pela Secretaria de Estado da Saúde e Sociedade de Cardiologia do Estado, a pesquisa confirmou que grande parte da população havia sofrido algum tipo estresse no último ano, com intensidade variando entre, pouco, moderado, intenso e exagerado.

Analisando vários locais onde as pessoas passam o dia, como trabalho, casa, locais de convívio social (clubes, bares, boates), além de considerar fatores como problemas financeiros e crenças religiosas, os pesquisadores observaram que a própria residência foi apontada como o local de maior estresse pela população, superando até o mesmo o trabalho: 23% dos participantes afirmaram ter sofrido estresse em casa, e 15% no trabalho.

E as mulheres sofrem mais com o estresse dentro de casa: mais de 28% delas revelaram estresse intenso ou exagerado. Entre os homens, esse índice combinado cai para 13%. Para os pesquisadores, esse resultado reflete o peso do papel da mulher na sociedade, que chefia famílias e cuida dos filhos.

Outro resultado interessante do estudo é que mais da metade dos participantes (51%) afirmou que o estresse é ausente no trabalho. Pouco menos de 15% consideram o trabalho pouco estressante, 19% relatam nível moderado, 10% da população têm estresse intenso e, para cerca de 5%, ele chega a ser exagerado. Na sociedade, o estresse é ausente em quase 44% dos casos; pouco para 24%; 22% o consideram moderado; 7%, intenso; e 3%, exagerado.

De acordo com a psicóloga Sandra Leal Calais, da Unesp, existem quatro níveis de estresse - alerta, resistência, quase-exaustão e exaustão - que influenciam na qualidade de vida, pois, quanto maior for o nível de estresse, maior será a deterioração física e psicológica. "Nem todo tipo de estresse é ruim. Há tipos que possuem aspectos construtivos, na medida em que estimula as pessoas a buscarem a reformulação de vida", ressalta a especialista.

A psicóloga Denise Marcon, do Portal Educação, destaca que o estresse pode ser desencadeado por vários fatores. “O ambiente doméstico envolve relacionamento conjugal, filhos, situação financeira, entre outros que, juntos, podem contribuir e desencadear situações de estresse, levando em consideração que cada pessoa tem uma maneira de reagir às atribulações do dia a dia, estando mais propenso ou não a ficar estressado”, explica.

Fonte: Portal Educação. Press release. 10 de agosto de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: