Publicidade

Notícias de saúde

Consumo excessivo de sal pode aumentar risco de câncer de estômago, diz estudo

26 de março de 2010 (Bibliomed). A preferência por refeições muito salgadas pode aumentar os riscos de desenvolver câncer de estômago, segundo pesquisa sul-coreana publicada no American Journal of Clinical Nutrition. Avaliando mais de 2,2 milhões de coreanos com idades entre 30 e 80 anos, os pesquisadores descobriram que uma dieta rica em sal pode aumentar em 10% as chances de desenvolver a doença. No estudo, os 9.620 homens e as 2.773 mulheres que tiveram a doença tinham, mais frequentemente, maior preferência por uma alimentação mais salgada.

De acordo com o oncologista Al B. Benson, especialista em câncer gástrico que não participou da pesquisa, a forma como o sal é consumido pode ser importante nos riscos da doença. Como exemplo, ele cita um estudo japonês que mostrou que o sódio em forma de sal de mesa aumentaria os riscos de doenças cardíacas, mas não de câncer; enquanto os alimentos já salgados, como o peixe processado (incluindo o bacalhau), estariam associados com o câncer de estômago, mas não a problemas cardiovasculares.

“As implicações é que, em áreas onde o sal é usado como forma de preservar os alimentos, há um maior risco. Essa relação poderia fazer sentido para países asiáticos e a Europa Oriental, incluindo a Rússia em particular, onde a salga dos alimentos tem sido um dos pilares da dieta”, explicou o especialista. Ele destacou, ainda, que as taxas de câncer gástrico têm caído na Coreia do Sul - apesar de permanecerem mais altas do que nos Estados Unidos - principalmente por causa das mudanças na dieta e nos métodos de preservação dos alimentos, com o uso da refrigeração. E esse mesmo declínio ocorreu nos EUA há décadas, por causa de diversos fatores.

Apesar desse declínio, os especialistas da Sociedade Americana do Câncer recomendam evitar o consumo excessivo de sal. “Não está claro que a redução do consumo de sal reduziria significativamente o risco de câncer gástrico na população americana. De qualquer forma, as diretrizes do governo dos EUA recomendam evitar a ingestão excessiva de sal com o objetivo de reduzir a pressão alta”, explicou a especialista em nutrição epidemiológica Marji McCullough. E os especialistas alertam que os emigrantes de países cujas taxas de câncer de estômago são maiores, especialmente os asiáticos, devem tomar cuidados especiais na alimentação, para reduzir esses riscos.

Fonte: American Journal of Clinical Nutrition. 10 de março de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: