Publicidade

Notícias de saúde

Componente do chá verde pode prolongar vida útil do sangue armazenado, aponta estudo

17 de setembro de 2009 (Bibliomed). Um componente do chá verde pode ajudar na preservação do sangue armazenado, segundo estudo japonês publicado na revista especializada Cell Transplantation. De acordo com os autores, a epigalocatequina (EGCG) encontrada no chá tem forte efeito antioxidante e pode ajudar a prolongar a "vida de prateleira" das plaquetas – componentes do sangue responsáveis pela coagulação.

Atualmente, a duração das plaquetas armazenadas é limitada a cinco dias internacionalmente e é de apenas três dias no Japão. Na pesquisa, quando os cientistas acrescentaram a EGCG aos concentrados de plaquetas, as funções de agregação e coagulação foram mantidas após seis dias.

Embora o mecanismo exato desse efeito do componente do chá verde ainda não esteja claro, os pesquisadores acreditam que ele pode estar relacionado com suas propriedades de ligação das superfícies, que poderiam proteger proteínas e lipídios das células contra a oxidação. "O EGCG pode levar a uma inibição da apoptose das plaquetas e reduzir as taxas de morte das células, oferecendo um método potencialmente novo e útil para prolongar os períodos de armazenamento de plaquetas", destacou o pesquisador Suong-Hyn Hyon, do Instituto de Ciências Médicas de Fronteira, no Japão.

Fonte: Cell Transplantation. Setembro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: