Publicidade

Notícias de saúde

Especialistas ligam consumo de fast food a piores notas em leitura e matemática

25 de maio de 2009 (Bibliomed). Crianças que comem fast food – incluindo sanduíches, batatas fritas e pizzas – mais de três vezes por semana têm piores notas em testes de alfabetização, segundo pesquisadores da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos.

Em pesquisa com mais de 5,5 mil crianças da escola primária, com idades entre dez e 11 anos, os especialistas notaram que aquelas que reportavam o consumo de hambúrgueres e outros tipos de fast food mais de três vezes semanais pontuaram até 16% pior em testes de leitura e matemática. Isso ocorria independentemente de renda dos pais, raça e peso.

“É possível que os tipos de comida servidos em restaurantes fast food causem dificuldades cognitivas que resultem em menores pontuações nos testes”, disse a pesquisadora Kerri Tobin. Porém outra explicação possível seria a tendência de o consumo desse tipo de alimento decorrer das piores notas, e não o contrário – com a ingestão de fast food resultando em piores pontuações.

Os pesquisadores destacam que os resultados são significativos, principalmente em um contexto de crescimento das taxas de obesidade infantil. Algumas escolas do Reino Unido e Estados Unidos já implementam medidas para reduzir o problema, como proibir a saída dos alunos na hora do lanche e almoço, e oferecer um cardápio mais variado, sem fast food, em suas cantinas.

Fonte: The Daily Telegraph. 22 de maio de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: