Publicidade

Notícias de saúde

Estudo associa uso regular de paracetamol a maior risco de asma

22 de setembro de 2008 (Bibliomed). Um estudo do Imperial College London, no Reino Unido, indica que o uso regular do analgésico paracetamol pode aumentar os sintomas de asma. De acordo com os autores, o medicamento reduz os níveis de glutationa nos pulmões, substância antioxidante necessária para a defesa das vias aéreas contra danos causados pela poluição e pela fumaça do cigarro.

Avaliando mais de mil adultos, os pesquisadores descobriram que pessoas que usam paracetamol pelo menos uma vez por semana são quase três vezes mais propensas a desenvolver asma do que aquelas que usam o medicamento com menos freqüência. Pessoas que usavam outros analgésicos, por outro lado, não apresentaram maior risco de asma ou de outros sintomas respiratórios.

Os autores do estudo europeu destacaram que há crescentes evidências indicando uma relação entre o uso do paracetamol e o risco de asma. “Desde 2000, diversas publicações têm reportado essa associação. Temos também mostrado que a prevalência de asma é maior em crianças e adultos em países com maiores vendas de paracetamol”, pontuaram os pesquisadores.

Fonte: IrishHealth. 17 de setembro de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: