Publicidade

Notícias de saúde

Cirurgias Estéticas Estão em Alta nos EUA

Por Alan Mozes

NOVA YORK (Reuters Health) - Procedimentos como lipoaspiração, aumento de seio, remoção de bolsas em torno dos olhos e de pálpebras superiores caídas estão no topo do "boom" da cirurgia estética nos Estados Unidos. Pesquisadores do país registraram um crescimento de 175 por cento, desde 1992, nessas operações usadas para melhorar a aparência.

"Não há mais tabus como havia há 15 ou 20 anos. Na minha opinião, os procedimentos evoluíram permitindo melhores resultados e a atual fase de ascensão econômica contribuiu para o aumento", disse Walter Erhardt, cirurgião plástico que tem uma clínica privada em Albany (Geórgia) e presidente eleito da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS, sigla para American Society of Plastic Surgeons), sediada em Arlington Heights, Illinois.

Como parte das funções da maior organização de cirurgia plástica no mundo -- a ASPS realizou vários levantamentos e tabulações examinando a situação das cirurgias estéticas nos Estados Unidos durante a última década.

A entidade calculou o número de procedimentos realizados e a tendência geral pelos registros do trabalho realizado pelos cirurgiões plásticos certificados tanto pelo Conselho Americano de Cirurgia Plástica quanto pela Faculdade Real de Clínicos e Cirurgiões do Canadá.

Além de identificar o aumento médio anual de 25 por cento nos dez últimos anos dos procedimentos mais populares como a cirurgia dos olhos, lipoaspiração e aumento do seio, a ASPS verificou que:

- as plásticas faciais e para retirada de excesso de gordura na região abdominal ficou abaixo em popularidade apenas dos procedimentos citados acima, sendo que o número de plásticas faciais realizadas aumentou mais de 80 por cento desde 1992 e das gordurinhas da barriga mais de 300 por cento;

- as mais de 66 mil mulheres que fizeram plásticas faciais em 1999 não estavam sozinhas na busca de uma aparência mais jovem, o número de plásticas faciais em homens dobrou desde 1992, chegando a mais de 6.500 por ano;

- atualmente os homens contribuem com 11 por cento de todas as cirurgias estéticas. O número de lipoaspirações aumentou cinco vezes desde 1992 tornando este procedimento o mais popular;

- desde 1992 a cirurgia para aumento de mama entre mulheres cresceu cinco vezes, sendo o segundo procedimento mais popular, enquanto as reduções de mama são o terceiro procedimento mais popular entre homens atualmente.

Em entrevista à Reuters Health, Erhardt informou que a própria imagem da cirurgia estética passou por uma plástica facial.

"Na minha opinião, as cirurgias estéticas atingiram seu ponto culminante agora. Não é mais apenas para pessoas ricas. Trabalho em Albany (Geórgia), uma cidade de 110 mil pessoas, e temos muitas pessoas bonitas, mas nenhuma rica ou famosa como em Nova York ou Los Angeles", disse Erhardt.

"Uma boa porcentagem da minha prática em cirurgia plástica - cerca de 60 a 70 por cento - é cirurgia estética."

O cirurgião disse que mudanças de comportamento e estilo de vida podem ter contribuído muito para o aumento acelerado da demanda por cirurgia estética.

"Nossa onda de boa forma tem sido incrível. Todo mundo come corretamente, bebe água e o desejo por uma boa aparência é uma extensão natural da saúde e do exercício. Quando a pessoa se movimenta muito e não pode resolver o problema de depósito gorduroso é o momento em que alguns sentem que a lipoaspiração pode ajudar", disse o cirurgião.

"Um exemplo típico é um caso que tenho de homem que quer dar à esposa um casaco de pele de aniversário. A mulher diz que é muito carinhoso, mas pensa sobre o que vai fazer com um casaco de pele na Geórgia. Eu quero uma plástica facial, usaria o casaco uma vez por ano, mas uso minha cara todo o dia", explicou Erhardt.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: