Publicidade

Notícias de saúde

Dieta da mãe durante gravidez e amamentação afeta puberdade do filho, diz estudo

24 de junho de 2008 (Bibliomed). A alimentação da gestante pode ter um impacto sobre quando seu filho vai entrar na puberdade. De acordo com um estudo neozelandês apresentado, neste mês, no encontro anual da The Endocrine Society, nos Estados Unidos, uma dieta rica em gorduras durante a gravidez e a amamentação pode levar os filhos à puberdade precoce e à obesidade mais tarde.

No estudo, os cientistas alimentaram ratazanas com uma dieta rica em gordura durante a gestação e a lactação, mantendo alguns animais, para controle, comendo apenas a ração normal. Após o desmame dos filhotes, eles foram alimentados com a ração normal ou com a dieta rica em gordura.

E os resultados mostraram que os filhotes cuja mãe tinha uma dieta rica em gordura na gravidez e na lactação alcançaram a puberdade muito mais cedo do que os outros. Os filhotes que consumiram muita gordura após o desmame, mas que a mãe havia sido alimentada com a ração normal na gestação e lactação, também alcançaram a puberdade mais cedo, mas em menor escala.

De acordo com os autores, da Universidade de Auckland, "isso poderia sugerir que o ambiente fetal nas mães alimentadas com muita gordura cumpre um papel mais importante na determinação do início puberal do que a nutrição na infância".

Além disso, os resultados indicaram que os ratos nascidos de mães com a dieta rica em gordura tinham maior porcentagem de gordura corporal na idade adulta mesmo se sua alimentação, na juventude, fosse com base em ração normal. E esses roedores também tinham alterações nos hormônios sexuais, incluindo maiores níveis de progesterona nas fêmeas.

Fonte: The Endocrine Society’s 90th Annual Meeting. Junho de 2008

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: