Publicidade

Notícias de saúde

Apoio familiar diminui risco de suicídio em adolescentes vítimas de abuso sexual

11 de janeiro de 2008 (Bibliomed). O suicídio é um mecanismo de morte classificado dentre as causas externas de óbito, as quais estão entre os três motivos mais freqüentes de perdas de vida na população geral. Dentro da faixa etária adolescente e adulta jovem as causas externas ocupam lugar de maior destaque, fato que condiciona grandes perdas sociais e econômicas.

Pesquisadores norte americanos da Universidade de Minnesota publicaram um estudo na revista The Journal of Pediatrics onde analisaram a influência de certos fatores de proteção na redução do risco de tentativa de auto-extermínio efetuada por jovens vítimas de abuso sexual. Participaram da pesquisa 83.731 estudantes, os quais foram classificados em 4 grupos: (1) sem história de abuso sexual; (2) abuso sexual por indivíduo não familiar; (3) abuso sexual por pessoa da família e (4) abuso por ambos. Os preditores de proteção contra o suicídio selecionados foram a força do apoio familiar, cuidados no ambiente escolar e dispensados por outros adultos, bem como segurança na escola.

Os resultados apresentados revelaram que 4% dos participantes sofreram abuso sexual praticado por pessoa não familiar, 1,3% por indivíduo da família e 1,4% por ambos. Apesar dos jovens vítimas de abuso sexual apresentarem maior possibilidade de suicídio em comparação àqueles que não sofreram tal violência, a presença de fatores de proteção conduz a redução significativa da ocorrência de tentativas de auto-extermínio. Dentre os 4 fatores de proteção avaliados, o apoio familiar sólido foi o mais forte.

Com isso, os autores concluem que as vítimas de abuso sexual merecem atenção, uma vez que constituem população de alto risco de suicídio.

Fonte: The Journal of Pediatrics 2007; 151 (5): 482 – 487

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: