Publicidade

Notícias de saúde

Evento Pede Verbas Para Assistência a Portador de Deficiência

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A integração dos portadores de deficiência à sociedade foi o tema principal do 19o Congresso Mundial da Rehabilitation International, realizado no Rio de Janeiro, entre 25 e 29 de setembro.

Os participantes do evento decidiram apelar aos governos e organismos internacionais para pedir a garantia de financiamento público para manutenção das entidades assistenciais.

"A maioria dos centros de reabilitação em países como o Brasil é obra filantrópica. Precisamos de financiamento efetivo e adequado", informou à Reuters Lisaura Ruas, integrante do comitê organizador do congresso e presidente da Associação Fluminense de Reabilitação.

Conforme Lisaura Ruas, além da rede de atendimento ser insuficiente, os portadores de deficiência enfrentam dificuldades, já que tanto os espaços públicos das cidades quanto os ambientes residenciais não estão adaptados a condições especiais.

"Se você quebrar uma perna e precisar usar cadeira de rodas dentro de casa, as portas com menos de 80 centímetros de largura serão um obstáculo", disse Lisaura Ruas.

Cerca de 2 mil pessoas de 84 países participaram das atividades do congresso, que incluiu conferências, debates, workshops e uma mostra sobre novas tecnologias adaptadas a portadores de deficiências.

Conforme a organização do encontro, entre as principais novidades estão os computadores desenvolvidos pela IBM, o software Dosvox, que permite a pessoas cegas ouvir os textos movimentando o cursor, e um software que adapta o aprendizado ao ritmo de crianças com dificuldades mentais.

Também foi apresentado aos participantes o programa desenvolvido pela Microsoft para portadores de problemas físicos graves, que funciona sensitivamente e permite substituir as mãos pelo uso da visão, adaptando um teclado à tela do computador e pode ser utilizado em programas como Windows e Word.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgados pela organização do congresso, cerca de 600 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência. No Brasil, 10 por cento da população, cerca de 16 milhões de habitantes, são portadores de alguma deficiência física.

Conforme a "Carta do Terceiro Milênio", documento aprovado pela Assembléia-Geral da Rehabilitation International, realizada em Londres, em setembro do ano passado, é cada vez maior o número de crianças e adultos cujas deficiências resultam de falhas na prevenção e tratamento de doenças.

A Rehabilitation International, fundada em 1922, é uma federação de organizações nacionais e internacionais e de entidades que trabalham na prevenção e reabilitação de portadores de deficiências.

No Brasil, seis entidades estão filiadas à federação que a cada quatro anos, realiza um congresso mundial, sendo que o próximo será realizado em 2004 em Oslo, Noruega.

"Reunimos representantes de países ricos e pobres e verificamos que os problemas são parecidos, pois o mundo não foi adaptado para o portador de deficiência. A diferença é que onde há dinheiro, a adequação é mais rápida", afirmou Lisaura Ruas.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: