Publicidade

Notícias de saúde

Rinite alérgica não eleva risco de ocorrência infecção de ouvido

06 de junho de 2007 (Bibliomed). A rinite alérgica é uma doença inflamatória da mucosa que reveste o nariz internamente, sendo desencadeada após a exposição a partículas capazes de irritar este tecido (os alérgenos ambientais). Costuma se manifestar com coriza, tosse, espirros, coceira no nariz, além de elevar o risco de desenvolvimento de infecções locais. A interrupção da exposição aos alérgenos, implicados na exacerbação da rinite, é capaz de controlar adequadamente a atividade da doença.

Certo tipo de infecção do ouvido, chamada otite média efusiva, tem origem multifatorial, destacando-se as infecções virais repetidas das vias respiratórias e disfunções dos canais presentes na parte interna do ouvido. Diante da possibilidade da rinite alérgica causar disfunções nestes canais, localizados na parte interna do ouvido, um grupo de pesquisadores desenvolveu um estudo, publicado na revista American Journal of Otolaryngology, em 2007, onde avaliaram o risco de desenvolvimento de otite média efusiva, nos portadores de rinite.

Participaram da pesquisa 264 crianças, sendo que 46% destas possuíam diagnóstico de otite média efusiva. Os resultados divulgados revelaram que 28,4% dos portadores de otite média efusiva, apresentavam rinite alérgica, sendo esta última presente em 24,1% das crianças sem otite. A presença de disfunções nos canais internos do ouvido foi identificada de forma semelhante, dentre os portadores e não portadores de rinite alérgica.

Assim, os autores concluem, que a rinite alérgica não se comporta como fator de risco para o surgimento de otite média efusiva em crianças.

Fonte: Am J Otolaryngol. 2007; 28 (3): 148 – 152 (May-Jun).

• Veja também: Problemas de sono com rinite alérgica afeta qualidade do trabalho

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: