Publicidade

Notícias de saúde

Preservativos devem ser associados ao prazer

08 de dezembro de 2006 (Bibliomed). Os preservativos masculinos e femininos permanecem sendo os únicos métodos disponíveis de proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), incluindo a infecção pelo HIV, durante o ato sexual. Os preservativos também oferecem proteção segura contra a gravidez indesejável.

A promoção do prazer para que se utilizem preservativos masculinos e femininos, em campanhas publicitárias enfatizando o sexo seguro, pode facilitar que seja feito uso consistente deste método anticoncepcional.

Segundo um artigo publicado no número desta semana da revista The Lancet, as campanhas de saúde pública dirigidas à promoção do uso de preservativos, geralmente colocam o foco nos efeitos adversos do ato sexual. Em seu artigo, os autores, de instituições britânicas e da Organização Mundial de Saúde, discutem o potencial para aumentar o uso dos preservativos, e incentivar comportamentos sexuais seguros, através da promoção de aspectos prazerosos do uso da camisinha, em campanhas de saúde pública.

Segundo os autores, uma vez que a busca do prazer é uma das principais razões para que a pessoas tenham relações sexuais, este fator deve ser levando em conta ao se motivar as pessoas a que usem preservativos.

Fonte: The Lancet, Volume 368, Issue 9551, 2 December 2006-8 December 2006, Pages 2028-2031.

Copyright © 2006 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: