Publicidade

Notícias de saúde

Médicos holandeses irão combater a mutilação genital feminina

25 de Abril de 2005 (Bibliomed). Médicos escolares dos Países Baixos deveriam examinar regularmente a genitália de meninas nas idades de seis, nove, e treze anos, como parte de controles periódicos de saúde. Esta é a proposta de um conselho governamental para combater a prática ilegal da mutilação genital no sexo feminino.

Em seu relatório, o Conselho para Saúde Pública e Cuidados também recomenda que os médicos deveriam ser oficialmente obrigados a informar todos os casos. O relatório calcula há 50 casos de circuncisão feminina por ano nos Países Baixos. Estes dados se baseiam em dois estudos de populações imigrantes de países saarianos onde circuncisão feminina é tradicional, realizados nas cidades de Amsterdã e Tilburg.

Segundo as recomendações feitas, os casos deveriam em seguida ser encaminhados para a promotoria pública, para medidas legais contra os responsáveis pelas crianças.

A informação foi divulgada na revista British Medical Journal no último fim de semana.

Copyright © 2005 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: