Publicidade

Notícias de saúde

Índice de massa corporal (IMC) é fator de risco nas doenças coronarianas agudas

06 de Novembro de 2003 (Bibliomed). A obesidade, mesmo que não seja extrema, é um fator de risco relacionado com o surgimento de problemas cardíacos, tanto situações com a ocorrência de insuficiência cardíaca congestiva como no aparecimento de doenças das coronárias (como angina e infarto agudo do miocárdio).

Agora, um novo estudo publicado esta semana na revista Circulation comprovou que o IMC pode ser um bom indicador do risco de ocorrência de síndromes coronarianas agudas (angina instável e infarto agudo do miocárdio ) em pacientes com doença coronariana confirmada previamente por angiografia.

Os autores do estudo, dos departamentos de doenças coronarianas, hipertensão e bioestatística da Mayo Clinic, demonstraram em sua pesquisa que a proteína C reativa, o IMC e o número de lesões coronarianas são fatores de risco independentes quando se trata dessas síndromes.

Segundo os investigadores, existem evidências de que mesmo pequenas elevações nos níveis do índice de massa corporal são capazes de aumentar o risco das doenças agudas coronarianas.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: