Publicidade

Notícias de saúde

Dia Mundial sem Tabaco será comemorado amanhã em 192 países

30 de Maio de 2003 (Bibliomed). É cada vez maior o número de pessoas informadas sobre os malefícios do uso dos derivados do tabaco para a saúde do fumante e do não-fumante. Entretanto, o mundo ainda está longe de evitar as 5 milhões de mortes causadas anualmente por doenças associadas ao fumo – no Brasil, são cerca de 200 mil por ano. Por isso foi criado o Dia Mundial sem Tabaco, data comemorada pelos 192 países membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 31 de maio.

O objetivo do Dia Mundial sem Tabaco é sensibilizar a comunidade em geral sobre os malefícios do consumo dos produtos derivados do tabaco; divulgar e reforçar as leis que restringem o uso do tabaco em ambientes fechados; estimular os principais empregadores a converterem suas empresas em ambientes livres de tabaco; promover e divulgar o Programa Nacional para o Controle do Tabagismo; divulgar e apoiar o desenvolvimento e adoção da Convenção Quadro Internacional para o Controle do Tabaco, proposta pela Assembléia Mundial de Saúde.

No Brasil, a propaganda e publicidade dos derivados do tabaco em revistas, jornais, televisão, rádio e outdoors está proibida desde dezembro de 2000, quando foi sancionada a Lei nº 10.167, assim como o patrocínio de eventos esportivos nacionais e culturais pelas indústrias fumageiras; o uso desses produtos nos veículos de transporte coletivo; a venda por via postal, a distribuição de amostra ou brinde, a propaganda por meio eletrônico, inclusive Internet, a propaganda indireta contratada (merchandising) e a comercialização em estabelecimentos de ensino e de saúde.

Recentemente foi publicada a Medida Provisória nº 118, estendendo para 1º de agosto de 2005 o prazo da proibição do patrocínio de eventos esportivos internacionais por marcas de cigarros. Essa MP também determina a veiculação de advertências sobre os malefícios do tabagismo na abertura, no encerramento e durante a transmissão de eventos esportivos internacionais.

Porém, a indústria do tabaco utiliza diversas estratégias de marketing através da propaganda indireta. É cada vez mais freqüente em nossos meios de comunicação o aparecimento de artistas, atletas e outras personalidades públicas, que são formadores de opinião, utilizando produtos derivados do tabaco, charutos, cachimbos e principalmente o cigarro.

Copyright © 2003 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: