Publicidade

Notícias de saúde

Verão pede cuidados com a pele

31 de Dezembro de 2002 (Bibliomed). Antes de sonhar com um bronzeado no verão, é melhor lembrar que a exposição excessiva ao sol aumenta os riscos de câncer e contribui para o envelhecimento precoce da pele, que sofre mudança na textura, brilho, elasticidade e apresenta aparência mais rugosa, manchas claras e escuras. Por isso, independentemente do tipo de pele, todas as pessoas devem usar protetores solares com FPS 15, no mínimo. Eles devem ser aplicados pelo menos meia hora antes de se expor ao sol e, mesmo aqueles resistentes à água, devem ser reaplicados a cada duas horas de exposição contínua ao sol, mergulhos, exercícios físicos e/ou transpiração excessiva.

A dermatologista Maria de Fátima Melo Borges, secretária da Sociedade Brasileira de Dermatologia/Seção Minas Gerais, alerta que as pessoas com feridas que não cicatrizam, pintas ou manchas irregulares que mudam de tamanho, cor e forma, caroços e verrugas doloridas e sensíveis devem procurar um dermatologista, que irá avaliar o problema e indicar o tratamento adequado.

Outro cuidado deve ser em relação às picadas de insetos, comuns em regiões de cachoeira e praia. É indicado usar repelente para espantar mosquitos; manter um cortinado na cama, enrolá-lo depois de usar e agitá-lo à noite; deixar o ambiente bem arejado; fechar as janelas antes do anoitecer e deixar as luzes apagadas ajuda a afugentar os insetos. Se a pessoa for picada e ficar muito marcada, deve procurar orientação médica para evitar cicatriz. A dermatologista também alerta para os perigos das câmaras de bronzeamento artificial, onde a pessoa fica exposta aos raios de forma concentrada e uniforme.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: