Publicidade

Notícias de saúde

Alimentação ocidental pode ser causa de acne

27 de Dezembro de 2002 (Bibliomed). Os fatores genéticos não seriam as únicas causas da acne. Um novo estudo norte-americano sugere que o consumo regular de alimentos característicos da cultura ocidental – como pão, açúcar, macarrão e salgadinhos – pode promover a ocorrência do distúrbio, que afeta de 79 a 95% dos adolescentes ocidentais e persiste até a meia-idade em 12% das mulheres e 3% dos homens. No estudo, pesquisadores da Universidade Estadual do Colorado, em Fort Collins, estudaram duas novas populações não submetidas aos costumes ocidentais: os Kitavan, da Papua-Nova Guiné, e os Ache, do Paraguai.

Os pesquisadores não encontraram indícios de acne entre 1,2 mil Kitavans com 10 anos de idade ou mais, incluindo 300 que pertenciam à faixa etária de 15 a 25 anos. A dieta básica desse povo é composta por fruta, peixe, tubérculos e cocos, e praticamente não inclui cereais ou açúcar refinado. Os estudiosos também não encontraram evidências de presença de acne em 115 Ache, sendo 15 com idades entre 15 e 25 anos. A dieta dessa população consiste de mandioca, amendoim, milho, arroz e alguns tipos de caça. Apenas cerca de 8% da alimentação é formada por alimentos ocidentais, como macarrão, açúcar e pão.

Os resultados indicam que há evidências de que carboidratos com grande carga glicêmica, capazes de aumentar os níveis de açúcar no sangue, “detonam uma série de alterações hormonais associadas ao desenvolvimento da acne”, segundo o cientista Loren Cordain. O especialista explicou que taxas elevadas de açúcar no sangue aumentam a produção de insulina, o que afeta outros hormônios que poderiam provocar a produção de oleosidade excessiva na pele, bloqueio dos poros e o desenvolvimento de bactérias que causam a acne. Nesse sentido, frutas e vegetais, com baixa carga glicêmica, poderiam representar uma nova opção de tratamento para pessoas afetadas pela acne.

Estudos anteriores já haviam verificado que a acne é rara ou inexistente entre pessoas que vivem em culturas não-industrializadas, mas tende a aparecer quando ocorrem mudanças para um estilo de vida ocidental. Entretanto, na edição de dezembro do Archives of Dematology, os pesquisadores ressaltaram que essa hipótese ainda precisa ser comprovada, porque não se sabe se a adesão a uma dieta com baixa carga glicêmica é capaz de alterar a incidência de acne em outras populações.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: