Publicidade

Notícias de saúde

Anvisa suspende medicamentos contra o câncer

21 de Junho de 2002 (Bibliomed). A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a venda de oito medicamentos para o tratamento do câncer. Os produtos são da empresa Pharmacia Brasil LTDA. Os produtos são importados da Austrália e estão sendo retirados pelo próprio fabricante, que identificou uma fonte de contaminação por fungos em sua linha de produção. No Brasil, foram feitos testes com os medicamentos, mas não foi constatada contaminação.

Os oito medicamentos são de uso hospitalar e indicados para tratamento de câncer de mama, bexiga, endométrio, ovário, cérebro e leucemia, entre outros.

O diretor médico do laboratório, Ricardo Germano, disse que a retirada de alguns lotes dos oito produtos não causará desabastecimento. Desde 14 de maio, a Pharmacia vem retirando esses lotes do mercado devido à suspeita de falha em sua linha de produção em Perth, na Austrália.

Germano afirma que os lotes recolhidos vêm sendo analisados pela empresa e até agora não foi encontrado nenhum medicamento com problema. As drogas apreendidas já foram substituídas.

Também não foi relatado nenhum caso médico em que pacientes tratados com medicamentos dos lotes suspeitos tenham sido prejudicados por falta de eficácia.

E a cidade de São Paulo acaba de ganhar mais um hospital para a criança com câncer. O Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (Itaci) foi inaugurado no início da semana.

O hospital tem capacidade para fazer, mensalmente, cerca de duas mil consultas, mil sessões de quimioterapia e 70 internações. No local serão atendidas crianças portadoras de câncer que hoje são pacientes do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

No novo prédio serão feitos o atendimento ambulatorial e as sessões de quimioterapia.

Copyright © 2002 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: