Publicidade

Notícias de saúde

Dieta e Exercícios Podem Reduzir a Pressão Arterial

Por Suzanne Rostler

NEW YORK,(Reuters Health) - De acordo com uma pesquisa divulgada nos Estados Unidos exercícios regulares e perda de peso podem ajudar a diminuir a pressão arterial em pessoas obesas.

Enquanto somente exercícios mostraram reduzir a pressão arterial em pessoas obesas com hipertensão (pressão arterial alta), perder peso pode aumentar este efeito, de acordo com publicação no Archieves of Internal Medicine.

Dieta e exercícios podem ser uma alternativa para a diminuição da medicação anti-hipertensiva em alguns pacientes.

"Remédios anti-hipertensivos não são eficazes para todos, podem ser caros, podem induzir diversos efeitos colaterais que diminuem a qualidade de vida e têm baixa adesão", explica o Doutor James A. Blumenthal e colaboradores da Duke University Medical Center em Durham, Carolina do Norte.

Seus estudos incluíram mais de 100 obesos, homens e mulheres sedentários, com pressões arteriais não muito elevadas. As pessoas foram designadas a fazerem exercícios aeróbicos; participarem de um programa de controle de peso que incluía exercício e um grupo controle sem dieta e exercícios. Os pacientes não tomaram nenhuma medicação.

Os pacientes do grupo de exercícios aeróbicos faziam exercícios 3 a 4 vezes por semana, incluindo 35 minutos de bicicleta, caminhada ou esporte. As pessoas que estavam no grupo de controle de peso faziam exercícios na mesma quantidade que o grupo anterior, porém eles também participaram de um programa que os ajudou a perder peso de 1 a 2 libras por semana. Os pesquisadores mediram a pressão arterial em diferentes horas do dia e em períodos de atividade, descanso e stress.

De acordo com os resultados a pressão arterial diminuiu na maioria dos pacientes do grupo de controle de peso. As pessoas do grupo de exercícios diminuíram mais que os pacientes que não fizeram exercícios ou perderam peso.

"Embora somente exercícios sejam eficientes para a diminuição da pressão, quando combinados a um programa de perda de peso têm eficácia aumentada", afirmam os pesquisadores.

Em outras pesquisas, a glicose sanguínea e os níveis de insulina, o hormônio que ajuda a glicose a entrar nas células, também diminuíram entre os pacientes que perderam peso e se exercitaram, sugerindo que o regime torna as células mais sensíveis à insulina. Quando células não respondem bem ao hormônio, as pessoas têm risco aumentado de desenvolver diabetes tipo 2.

"A combinação perda de peso / exercícios, foi superior a somente exercícios para abaixar a pressão, na melhora do metabolismo da glicose e na resistência à insulina", relatou o Dr. Blumenthal a Reuters Health.

"Eu acredito ser importante que os médicos prescrevam um programa de perda de peso e exercícios se o objetivo é a diminuição da glicose e dos níveis de insulina", conclui o Dr. Blumenthal.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: