Publicidade

Notícias de saúde

Assembléia Geral da ONU discute plano conjunto de combate à AIDS

Belo Horizonte, 02 de Julho de 2001 (eHeathLA). A discussão de um plano conjunto de ações para a prevenção e o tratamento da AIDS em todo o mundo mobilizou representantes de mais de 130 países na última semana. Os especialistas que estiveram na Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre “HIV/Aids – Crise Global, Ação Global” querem descobrir uma forma eficaz de conter a doença.

Dados da ONU atestam que 36,2 milhões de pessoas estão infectadas no mundo. Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), um terço dos portadores do vírus HIV tem entre 15 e 24 anos.

Uma das sugestões do Unicef é a de que os países superem tabus sociais e culturais, informando os jovens de forma ampla e irrestrita sobre o assunto.

A entidade revelou números alarmantes que espelham a situação nas nações em desenvolvimento. Em 15 países, cerca de metade das adolescentes não sabe que uma pessoa infectada com o HIV pode continuar com a aparência saudável durante muitos anos.

Em Moçambique, 74% das adolescentes e 62% dos jovens entre 15 e 19 anos não conhecem qualquer forma de proteção contra a doença. No Haiti, mais de dois terços acreditam que não há riscos de contrair AIDS.

Nos próximos meses, a Unicef participa de um programa específico que vai garantir informações e orientações aos jovens de todo o mundo. A entidade quer trabalhar dez pontos principais, que vão desde as explicações sobre a doença e suas causas até seus sintomas e formas de prevenção.

Outro motivo de preocupação da ONU é o avanço da doença em países africanos. Há estimativas de que até o ano 2005, 1 milhão de crianças fique órfã apenas na África do Sul, onde os índices de infecção são elevados.

No ano passado, foram registrados em todo o mundo 3 milhões de óbitos em decorrência da doença. Cerca de 80% deles ocorreram na África. Os dados são alarmantes: 25% da população da África do Sul e da Índia são portadoras do HIV.

Os governos que participaram da Assembléia Geral se comprometeram a, nos próximos quatro anos, diminuir em um quarto a prevalência do HIV entre os jovens de 15 a 24 anos nos países mais afetados. Outro objetivo é conseguir a mesma redução em nível global até 2010.

Segundo a Unidade de Epidemiologia da Coordenação Nacional de DST/Aids, 203 mil brasileiros têm AIDS. A estimativa, no entanto, é de que 540 mil pessoas sejam portadoras do vírus.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: