Publicidade

Notícias de saúde

BRASIL: Maioria dos diabéticos não sabem que tem a doença

São Paulo, 22 de Março de 2001 (eHealthLA). No mês de março, com a campanha para detectar o diabetes, o Ministério da Saúde pretende orientar um grande número de pessoas que possuem a doença, mas não sabem disso.

O motivo é simples: a maioria dos diabéticos não apresentam os sintomas da doença. Segundo estimativas, de 6% a 8% da população de São Paulo é portadora do diabetes. No Brasil, esses números podem chegar a 5 milhões de pessoas.

Uma grande quantidade de casos que se encontram na faixa de suspeitos portadores do diabetes só pode ser confirmada através do exame de curva glicêmica.

Segundo o endocrinologista Márcio Luiz Goulart, médico da Diagnósticos da América, até 1997 a taxa de glicose de 140 mg/dl (ou acima disto) era usada como valor de referência para confirmar um diagnóstico de diabetes.

“A partir desta data, com base nos estudos da American Diabetes Association (ADA), o valor de referência para determinar se alguém é portador da doença foi estipulado em 126 mg/dl (ou superior)”, explica.

Diabéticos em Potencial

Até 109 mg/dl, a pessoa não é considerada diabética. Contudo, com o novo método adotado pela ADA, os valores entre 110 e 125 mg/dl representam taxas de glicose de diabéticos em potencial, necessitando, assim, que se realize a famosa curva glicêmica para confirmação do diagnóstico.

Com os valores adotados pela ADA, foi possível detectar um número maior de pessoas que poderiam desenvolver a doença, e, desta forma, fazer com que um tratamento precoce fosse iniciado.

Entendendo o Problema

O diabetes pode ser definido como uma doença crônica que apresenta aumento de glicemia (açúcar) no sangue, podendo levar a complicações sistêmicas.

Há uma deficiência total ou parcial na secreção ou ação da insulina – hormônio responsável pelo controle de glicose no corpo humano – e as taxas de açúcar no sangue aumentam, provocando uma série de problemas no organismo.

Embora grande parte dos pacientes não apresentem sintomas, os principais são perda de peso sem explicação, sede e fome em excesso e vontade constante de urinar.

O diabetes pode trazer graves conseqüências para os seus portadores, como problemas nos rins, cegueira, amputações, infarto e doenças cardiovasculares, se não for tratada de forma adequada.

“O que a maioria desconhece é que um diagnóstico precoce aliado ao uso de medicamentos e a mudanças nos hábitos de vida, pode retardar em muito o surgimento de complicações”, alerta Goulart.

Copyright © 2001 eHealth Latin America

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: